Mercado da Bola

Lázaro é apresentado no Palmeiras e fala da oferta: ‘Não tinha como recusar’

Lázaro é apresentado no Palmeiras

Lázaro é apresentado no Palmeiras -  (crédito: Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)
Lázaro é apresentado no Palmeiras - (crédito: Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)
Jogada10
postado em 09/02/2024 13:51

O Palmeiras apresentou na tarde desta sexta-feira (09), o meia-atacante Lázaro, que deixou o Almería e vai reforçar o Verdão por empréstimo. O jogador vai ficar até o final da atual temporada e usará a camisa 17 no Alviverde. E o atleta falou que sair da Europa para voltar ao Brasil não é um passo para trás e sim para frente.

“Desde novo eu sempre tive o sonho de jogar na Europa, realizei esse sonho, e minha trajetória foi boa. Claro que poderia ser melhor em relação a oportunidade, mas peguei três trocas de treinadores, tem que adaptar às trocas, mas não vejo como problema, vejo como amadurecimento”, disse Lázaro, que prosseguiu.

“Agradeço o pessoal de lá e quando surgiu a proposta do Palmeiras, quando se trata de um gigante… campeão da Libertadores, Brasileiro, praticamente quase tudo, foi um momento que falei tipo: não tem como recusar. Tem gente que pode pensar que é um passo para trás, só que para mim não é. É uma oportunidade muito grande. Quero fazer de tudo para que esse ano seja maravilhoso e a gente possa ter muitas alegrias”, completou.

Além disso, Lázaro disse que evoluiu bastante em seu período na Espanha e, mesmo sendo jovem, acredita que pode ajudar o Palmeiras em diversos setores.

“Meu período na Europa para mim foi bom, aprendi bastante, amadureci, sou grato a todos do clube. Sou versátil, se tiver de ponta direita, esquerda ou centroavante, onde já joguei, o mais importante é estar aqui para ajudar a família Palmeiras. Quando o coletivo está junto, o individual aparece. Meu período lá foi de bastante aprendizado, tanto jogo de marcação, que melhorei bastante e me sinto mais preparado, fisicamente também. Sou muito grato a todos.”

Lázaro volta a trabalhar com um técnico português

Por fim, o meia-atacante voltará a trabalhar com um treinador português em sua carreira. Afinal, no Flamengo ele foi comandado por Jorge Jesus e Paulo Sousa. Inclusive, o primeiro acabou sendo o responsável por subir o jogador para o profissional. Agora, ele terá a oportunidade de trabalhar com Abel Ferreira.

“Trabalhei com dois portugueses, Jorge e Paulo Sousa, inclusive o mister que fez eu subir ao profissional, sou grato e pelas palavras também dele para mim. O Paulo também. A partir do momento que teve a primeira conversa comigo foi um câmbio mental. Minha passagem na Europa taticamente foi bastante positiva porque aprendi muito com os treinadores, espanhóis também. Não vai ser um problema. Vai ser um prazer trabalhar com Abel, que além de excelente treinador é excelente ser humano. Estou bastante ansioso para começar”, finalizou o jogador.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br