Série B

Libra mantém negociações com Globo para direitos de transmissão

Reunião de presidentes de clubes da Libra, em São Paulo - Foto: Divulgação/Libra

Reunião de presidentes de clubes da Libra, em São Paulo - Foto: Divulgação/Libra -  (crédito: Foto: Divulgação/Libra)
Reunião de presidentes de clubes da Libra, em São Paulo - Foto: Divulgação/Libra - (crédito: Foto: Divulgação/Libra)
Jogada10
postado em 09/02/2024 15:51

Uma reunião com os presidentes dos clubes que integram a Libra, na tarde desta sexta-feira (9), em São Paulo, definiu que o bloco vai prosseguir com a negociação de seus direitos de transmissão com a Globo. Dessa maneira, a liga dificulta a unificação e põe pressão nos dirigentes que integram o outro bloco, formado pelo Forte Futebol e o Grupo União.

Silvio Matos, publicitário da Codajas, empresa que representa a Libra, conduziu a reunião com os 19 clubes da Libra. Ele apresentou três opções negociadas.

A primeira opção era continuar as negociações com a Globo, que ofereceu R$ 1,3 bilhão, sendo R$ 1,1 bilhão fixo para os direitos de televisão aberta e fechada, além de R$ 200 milhões garantidos pelo pay-per-view. O dinheiro seria distribuído entre os clubes da Série A e Série B da Libra.

A segunda opção era aceitar a proposta do Mubadala, fundo de investimentos dos Emirados Árabes, para criar uma agência que venderia os direitos de transmissão. Dessa forma, eles garantiriam no mínimo R$ 1,4 bilhão se nove clubes da Libra estivessem na Série A.

A terceira opção era unir-se ao Forte Futebol e ao Grupo União, conforme formalizado em um memorando há duas semanas. Nesse caso, a negociação dos direitos de televisão recomeçaria, agora envolvendo os 40 clubes das Séries A e B.

No entanto, a Libra indicou preferência pela proposta da Globo em relação às outras duas opções, mas as negociações ainda não estão concluídas. Assim, novas reuniões serão agendadas para finalizar o contrato, com os termos sendo discutidos em detalhes entre os dirigentes e executivos da emissora.

Siga o Jogada10 nas redes sociais:Twitter,InstagrameFacebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br