William Batista

William Batista mostra estranheza com demissão no Vasco: ‘Fiquei surpreso’

Durante sua passagem no Vasco, William Batista conquistou o Campeonato Carioca sub-20, na temporada passada

Durante sua passagem no Vasco, William Batista conquistou o Campeonato Carioca sub-20, na temporada passada -  (crédito: Matheus Lima/Vasco)
Durante sua passagem no Vasco, William Batista conquistou o Campeonato Carioca sub-20, na temporada passada - (crédito: Matheus Lima/Vasco)
Jogada10
postado em 09/02/2024 18:43

Há pouco mais de duas semanas, o Vasco anunciou a demissão do técnico do time sub-20, Willian Batista. Ele, inclusive, comandou o time profissional nas duas primeiras rodadas do Carioca, fato que causou estranheza quando foi divulgada a sua saída. O próprio profissional admitiu compartilhar da mesma ideia.

“Quando começaram as trocas na base houve um sentimento de insegurança, normal com funcionários de qualquer empresa. Me apeguei ao trabalho, em algum momento acreditei que não aconteceria por isso. Tive três demissões na minha carreira em 10 anos, todas pelo mesmo motivo: em algum momento troca todo mundo da direção e essas pessoas têm outras pessoas de confiança, isso é normal no futebol. O que me deixa contente é que não saí por falta de competência, resultado e desenvolvimento dos jogadores. Mas confesso que fiquei surpreso, esperava a oportunidade para dar continuidade ao trabalho”, confessou William em entrevista ao ‘ge’.

    Durante sua passagem no Vasco, William Batista conquistou o Campeonato Carioca sub-20, na temporada passada – Matheus Lima/Vasco

O treinador não acredita que a campanha abaixo da expectativa do Cruz-Maltino na Copinha tenha interferido na decisão. A propósito, o profissional utiliza como contra-argumento da oportunidade de trabalhar com a equipe principal no Carioca. Vale relembrar que o Gigante da Colina encontrou dificuldade em passar da fase de grupos da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Posteriormente, o time foi eliminado para o Vitória com uma goleada por 4 a 1, na segunda fase do torneio.

Willian acredita que a saída precoce na competição foram as ausências de jogadores importantes, gramado em condições ruins e abdicação do estilo de jogo. Aliás, ele deixou o cargo invicto, já que venceu o Boavista e empatou com o Sampaio Côrrea.

Convivência no Vasco permitiu a amizade com família Díaz

A demissão de Batista levou ao filho e auxiliar de Ramón, Emiliano a fazer uma postagem de despedida ao companheiro de trabalho. O ex-técnico do time sub-20, afirmou que construiu um bom relacionamento com os argentinos durante a convivência.

“Nossa relação ficou muito próxima. Eu sou um cara extrovertido, alegre, e o Ramón e o Emiliano são parecidos, então nos identificamos. Fomos muitas vezes no CT e em São Januário fazer coletivo contra o profissional. Muitas das coisas que o adversário ia fazê-los pediam para a gente executar e fazíamos bem, isso chamou atenção dos dois. Ali começou uma amizade, passei a ter muita admiração e respeito por eles, e foi recíproco. Mantenho contato com o Emiliano, falamos dos jogos recentes do profissional. Fiquei muito grato pela oportunidade que eles me deram no início do Carioca. Estou muito na torcida por eles”, detalhou o ex-treinador do Vasco.

Melhora da infraestrutura com a chegada da 777 Partners

Após a implementação da SAF e a compra de 70% das ações, a 777 Partners ficou responsável pelas reformas tanto do CT do profissional, o Moacyr Barbosa, como o das categorias inferiores. As obras de maneira extensas ainda não iniciaram, mas Willian garantiu que as pequenas mudanças foram essenciais. Isso após a empresa norte-americana assumir o controle do departamento de futebol.

“Os campos eram muito ruins quando cheguei em novembro de 2022, o CT estava largado, não tinha estrutura para tomar banho. Nos primeiros meses, a estrutura já começou a melhorar, vestiário melhor, a partir de abril os campos ficaram muito bons. Um trabalho do Brazil, do Húngaro e do Kadu para dar melhores condições aos jogadores. Hoje, os quatro campos do CT são muito bons, os ônibus também mudaram, a alimentação melhorou”, detalhou o profissional.

“A nível estrutural, conseguiram entregar coisas interessantes em um curto período. Até o anexo de São Januário era muito ruim e melhorou durante o ano para valorizar também as categorias menores. Muito orgulho dos jogadores, do quanto gostam hoje de ser time, de ser grupo, do orgulho que eles têm pelo Vasco”, complementou o técnico.

Garotada do Vasco a se ficar de olho

O comandante citou cinco jogadores com grandes potencias para a torcida do Vasco acompanhar com mais atenção. No caso, o zagueiro Vitão, o lateral-esquerdo Leandrinho, o lateral-direito Paulinho, os meio-campistas Lucas Eduado e Estrella, além do atacante GB.

“O Leandrinho precisa evoluir, falei que não pode se empolgar com os elogios, mas acho que ele tem muito potencial, capacidade física e técnica, marca e ataca bem. O Estrella, ele passou muito tempo lesionado, mas não tira o brilho dele, impressionante a capacidade dele no dia a dia. O Vitão também, é um zagueiro com bom jogo aéreo, defende muito bem, tem bom jogo ofensivo”, indicou Willian.

“O Paulinho tem um potencial enorme, um cara polivalente, falo para ele não se prender só na lateral direita, pode jogar de meia, de extremo, falo que ele parece muito com o Tche Tche. O Lucas Eduardo também, um garoto trabalhador, se esforça, chega a ser chato no dia a dia de tanto que ele pede para fazer as coisas. E o GB também, acho que vai bater no topo. Todo o potencial deles vai se manifestar de fato se eles estiverem cercados de pessoas boas, com a cabeça no lugar”, finalizou o treinador.

Todos os cinco jovens jogadores já integram o grupo principal e até já estrearam profissionalmente pelo Gigante da Colina. Isso entre a última temporada e a atual. Leandrinho, aliás, foi o autor do segundo gol oficial do Vasco em 2024, na vitória por 2 a 0 sobre o Boavista.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br