São Paulo

Adriano desfila como Imperador na Camisa Verde e Branco, em São Paulo

Adriano demonstra emoção e alegria em desfile na Camisa Verde e Branco

Adriano demonstra emoção e alegria em desfile na Camisa Verde e Branco -  (crédito:  Foto: Divulgação Instagram Camisa Verde e Branco)
Adriano demonstra emoção e alegria em desfile na Camisa Verde e Branco - (crédito: Foto: Divulgação Instagram Camisa Verde e Branco)
Jogada10
postado em 10/02/2024 11:33

O ex-jogador Adriano, ídolo do Flamengo, recebeu uma homenagem da escola de samba Camisa Verde e Branco, em São Paulo. Afinal, ele foi parte do enredo “Adenla, o Imperador nas Terras do Rei”, sobre imperadores negros ao longo da história. E desfilou no primeiro dia das apresentações do Grupo Especial. A escola sediada na Barra Funda abriu o espetáculo, sendo a primeira a entrar no Sambódromo do Anhembi, nesta sexta-feira (9/2).

Imperador no futebol e na avenida

Por ser chamado de Imperador no universo do futebol, o ex-craque teve destaque na agremiação. Assim, ele desfilou no carro Da Favela Nasce o Imperador dos Campos, uma referência à origem pobre de Adriano. Afinal,  ele nasceu e foi criado na Vila Cruzeiro, comunidade que fica no bairro da Penha, no subúrbio do Rio.

No carro alegórico, Adriano tinha jovens nos dois lados, usando camisas da Seleção Brasileira e exaltando o ex-atleta com gestos de reverência. Afinal, um dos maiores jogadores da história do futebol no país, Adriano atuou em 48 jogos da Canarinho e marcou 27 gols.

Além de Adriano, a escola lembrou de Oxóssi (divindade nas religiões de matriz africana), de Piye (primeiro faraó negro) e de Mansa Musa (chamado de “Rei dos Reis”, imperador do Mali e homem mais rico do mundo no século 14).

Adriano desfila dias antes de fazer aniversário

Nascido em 17/2/1982, Adriano está prestes a fazer 42 anos. Assim, o desfile na escola paulista, fundada em 1953, foi uma espécie de presente para o ex-centroavante da Seleção Brasileira. Mesmo antes do desfile, Adriano participou de ensaio técnico da agremiação e postou um vídeo, nas redes sociais, em que aparecia cantando e dançando, agradecendo a escola pela reverência. Ele vestia uma camisa em que, nas costas, estavam seu nome e o número 10. E na frente a sua foto como parte do enredo.

“Muita emoção, obrigado, Camisa Verde. Dia 9 será inesquecível”, postou no Instagram.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br