selecao

Ramon exalta competitividade e diz que eliminação não é fracasso

Brasil perde para a Argentina e está fora das Olimpíadas

Brasil perde para a Argentina e está fora das Olimpíadas -  (crédito: Foto: Joilson Marconne/CBF)
Brasil perde para a Argentina e está fora das Olimpíadas - (crédito: Foto: Joilson Marconne/CBF)
Jogada10
postado em 11/02/2024 21:36

Treinador da Seleção Olímpica do Brasil, Ramon Menezes lamentou demais a não classificação para os Jogos Olímpicos de Paris-2024. No entanto, o comandante reforçou que a queda, consumada em derrota para a Argentina, não pode ser encarada como “fracasso”. Afinal, aos seus olhos, a competição é muito difícil, nivelada por cima.

“É um campeonato muito difícil, são duas vagas. Já sabíamos disso, do contexto. É frustrante, é desagradável. Todo mundo vai sofrer aqui com o que aconteceu. Mas agora é levantar a cabeça”, comentou Ramon Menezes em entrevista coletiva.

Na primeira fase do Pré-Olímpico, o Brasil ficou em primeiro no Grupo A, com três vitórias em quatro jogos. Assim, avançou para para o quadrangular final. No entanto, o time de Ramon Menezes encerrou a sua participação neste quadrangular com apenas três pontos (uma vitória e duas derrotas), sendo ultrapassado pelos argentinos (cinco pontos), que se garantem em Paris-2024. A outra vaga será de Paraguai (4 pontos) ou Venezuela (1 ponto), que se enfrentam na noite deste domingo (11) Os paraguaios avançam com o empate. Mas se der o time venezuelano, é ele que se classificará.

“A gente já falou antes desse jogo, sobre ser fracasso. A gente sai da competição muito tristes, porque não conseguimos o nosso objetivo. Sempre soubemos da nossa responsabilidade. Uma competição muito dura, que mostrou o que já tínhamos passado em outros torneios, só que antes houve final feliz. Não conseguimos sair com um final feliz”, acrescentou Ramon Menezes.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br