Supercopa feminina

Supercopa Feminina terá premiação histórica em 2024

Corinthians faturou o título da Supercopa feminina em 2023

Corinthians faturou o título da Supercopa feminina em 2023 -  (crédito: Foto: Rodrigo Gazzanel /@SCCPFutFeminino)
Corinthians faturou o título da Supercopa feminina em 2023 - (crédito: Foto: Rodrigo Gazzanel /@SCCPFutFeminino)

A CBF vai pagar uma premiação histórica para os finalistas da terceira edição da Supercopa Feminina. A entidade destinará R$ 1 milhão para os clubes que chegarem à decisão do torneio, que abre a temporada do futebol feminino no Brasil. Enquanto o vencedor levará R$ 600 mil, o vice receberá R$ 400 mil.

“O futebol feminino é uma das prioridades da minha gestão e vamos investir cada vez mais. A premiação recorde nesta terceira edição serve para valorizar ainda mais a competição, seus atletas e clubes. A CBF sempre trabalha para impulsionar o futebol feminino. A cada edição do Brasileirão Feminino e da Supercopa feminina estamos aumentando os prêmios e as cotas dos participantes”, declarou Ednaldo Rodrigues, presidente da Confederação.

O montante representa um aumento de 25% se comparado ao ano passado, quando a CBF premiou o campeão com R$ 500 mil e o segundo colocado com R$ 300 mil. Já na primeira edição, em 2022, os finalistas não receberam valores.

Campeão de tudo entre as mulheres, o Corinthians está em mais uma decisão. Isso porque derrotou por 2 a 0 a Ferroviária, pela semifinal. Na outra chave, o Cruzeiro eliminou o Avaí/Kindermann, por 3 a 0, em Florianópolis (SC). A decisão está prevista para ocorrer neste domingo.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Jogada10
postado em 15/02/2024 22:49