major league soccer

MLS tem grandes chances de ser iniciada com árbitros substitutos

MLS tem seu primeiro duelo programado para o dia 21 de fevereiro

MLS tem seu primeiro duelo programado para o dia 21 de fevereiro -  (crédito: Foto: Divulgação)
MLS tem seu primeiro duelo programado para o dia 21 de fevereiro - (crédito: Foto: Divulgação)

Por desacordo entre dois sindicatos de árbitros dos Estados Unidos, a temporada 2024 da Major League Soccer (MLS) deve ser iniciada com árbitros considerados como substitutos. O primeiro jogo da fase classificatória, Inter Miami x Real Salt Lake, está agendado para a próxima quarta-feira (21).

A questão envolve a Associação de Árbitros de Futebol Profissionais (PSRA) e a Organização dos Árbitros Profissionais (PRO). A primeira realiza a regulamentação geral dos árbitros na América do Norte enquanto a segunda faz a concessão dos donos do apito para a MLS.

O acerto existente entre as partes precisa ser renegociado, já que venceu no último dia 15 de janeiro. Todavia, a questão econômica tem feito a PSRA rejeitar a última proposta da PRO. Ao ponto de, na votação mais recente, o índice de desaprovação ter chegado a 95,8%.

Longe de acerto

O atual cenário para se chegar a um denominador comum não questão não prevê algo no curto prazo. Não por acaso, o gerente-geral da PRO, Mark Geiger, falou abertamente sobre a medida emergencial com o intuito de evitar qualquer atraso:

“Não resta escolha a não ser instituir um bloqueio e usar árbitros de unidade qualificados e sem negociação, para que os jogos possam correr como programado.”

Por sua vez, o presidente da PSRA, Peter Manikowski, fez apontamentos para a atual postura adotada pelo sindicato. Em sua visão, a crescente da Major League Soccer faz com que, consequentemente, os profissionais do apito sejam melhor remunerados com o grau elevado de responsabilidade:

“O crescimento vertiginoso da MLS aumentou significativamente as exigências mentais e físicas e do nosso tempo profissional como pessoal. Nossos membros estão pedindo não apenas uma compensação justa num momento em que a liga relata um crescimento recorde, mas também a capacidade de cuidar de si mesmos, fora e dentro de casa, para continuar a arbitrar no mais alto nível que este esporte exige.”

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Jogada10
postado em 18/02/2024 16:16