Fluminense

Botafogo bate o Fluminense e torce por tropeço do Vasco para avançar no Carioca

Botafogo bate o Fluminense e agora torce para que o Vasco não vença a Portuguesa-RJ

Botafogo bate o Fluminense e agora torce para que o Vasco não vença a Portuguesa-RJ  -  (crédito:  - Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Botafogo bate o Fluminense e agora torce para que o Vasco não vença a Portuguesa-RJ - (crédito: - Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Jogada10
postado em 03/03/2024 18:24

No último clássico da Taça Guanabara, o Botafogo venceu o Fluminense por 4 a 2, sob forte calor no Maracanã. Marlon Freitas (2), Raí e Emerson Urso estufaram a rede para o Glorioso, enquanto Lelê e John Kennedy descontaram para o Tricolor. Com o triunfo, os comandados do interino Fábio Matias chegaram a 20 pontos e terão que torcer para que o Vasco não vença a Portuguesa-RJ. O time do técnico Diniz, por sua vez, segue com 21 e já está classificado para as semifinais.

Na sequência do Estadual, o Flamengo aguarda a definição do quarto colocado. O Vasco mede forças com a Lusa e caso vença, elimina o Alvinegro e avança às semifinais. O Fluminense, por sua vez, pode ser ultrapassado pelo Cruz-Maltino, que tem 19, e pelo Nova Iguaçu, 21, na tabela. Caso isso ocorra, pode cair para a quarta colocação e enfrentar o rival das últimas finais de Estadual já na semifinal.

Olho na agenda

Ambas as equipes pouparam alguns titulares por motivos diferentes. De um lado, Fernando Diniz decidiu por dar um descanso aos atletas mais experientes do elenco após a conquista da Recopa Sul-Americana. Do outro, por sua vez, o interino Fábio Matias também optou por poupar alguns dos principais atletas visando o duelo contra o Bragantino, quarta-feira (6), às 21h30 (de Brasília), no Nilton Santos, pela Libertadores.

Lei do ex

Logo aos dois minutos, o Alvinegro se aproveitou de um erro defensivo do Tricolor de Laranjeiras e abriu o placar no Maracanã, sob forte calor no Rio de Janeiro. Raí avançou pelo lado esquerdo, sem qualquer marcação, e cruzou na área. Marlon Freitas, que foi revelado pelo Fluminense, dominou com tranquilidade e bateu no canto de Felipe Alves.

Glorioso amplia

Os comandados de Diniz reagiram e por pouco não deixaram tudo igual no placar. Lelê recebeu passe em profundidade, dominou nas costas de Bastos e ficou de frente para Gatito. No entanto, bateu para fora e desperdiçou boa chance. Na sequência, Mateo Ponte lançou Janderson na área, entretanto Antônio Carlos cortou. Na sobra, Raí dominou e soltou a bomba para ampliar para o Botafogo.

Busca pela artilharia

Marlon Freitas voltou a aparecer bem ao finalizar no campo e obrigar Felipe Alves a espalmar para fora. Por outro lado, o jogador mais perigoso do Fluminense no jogo foi Lelê, que chegou ao sexto gol no Carioca. Assim, a defesa alvinegra vacilou, e o atacante bateu na saída de Gatito para descontar para o Tricolor. Depois da análise do VAR, o árbitro confirmou o gol. Pedro, do Flamengo, e Carlinhos, do Nova Iguaçu, têm oito.

Cavadinha do urso

Na volta do intervalo, Kauê tentou aproveitar o rebote de uma jogada de Marlon Freitas e acertou uma bola no canto da meta de Felipe Alves, porém passou à direita, para fora. O Fluminense, então, fez diversas mudanças na busca pela vitória, entretanto encontrou muita dificuldade na criação.

Após cruzamento na área, o árbitro assinalou pênalti após empurrão de Damián Suarez em John Kennedy. Cobrador oficial do time, Jhon Arias entregou para o camisa 9, que de cavadinha, deixou tudo igual no Maracanã.

Ele de novo

Em rápido contra-ataque, Kauê roubou a bola e foi derrubado por André na área. Assim, o árbitro expulsou o camisa 7 tricolor, que havia entrado no segundo tempo. Na cobrança, Marlon Freitas bateu no meio do gol e sacramentou a vitória do Botafogo. Por fim, uma troca de empurrões entre os jogadores aconteceu quando Yarlen estava caído e foi puxado para fora do gramado pelo goleiro Felipe Alves.

Gol da vitória

Na reta final da partida, Emerson Urso apareceu na área após lançamento de Hugo e, de peixinho, marcou seu primeiro gol com a camisa do Alvinegro. Marcelo estava na jogada, porém não conseguiu evitar a cabeçada, que enganou o goleiro Felipe Alves.

FLUMINENSE 2 X 4 BOTAFOGO

Campeonato Carioca – 11ª e última rodada da Taça Guanabara
Data e horário: 3/3/2024, às 16h (de Brasília)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Gols: Marlon Freitas 2’/1ºT (0-1); Raí 14’/1ºT (0-2); Lelê 25’/1ºT (1-2); John Kennedy 38’/2ºT (2-2); Marlon Freitas 42’/2ºT (2-3); Emerson Urso 54’/2ºT (2-4)
FLUMINENSE: Felipe Alves; Guga (Martinelli 16’/2ºT), Antônio Carlos (André – intervalo), Marlon (Marquinhos 26’/2ºT) e Alexsander (Marcelo 16’/1ºT); Renato Augusto, Lima e Terans; Douglas Costa (Jhon Arias 40’/1ºT), John Kennedy e Lelê. Técnico: Fernando Diniz
BOTAFOGO: Gatito Fernández; Mateo Ponte (Damián Suárez 28’/2ºT), Lucas Halter (Jefferson – intervalo), Bastos e Marçal; Gregore, Marlon Freitas, Kauê (Yarley 43’/2ºT), Diego Hernández (Hugo 28’/2ºT) e Raí (Emerson Urso 18’/2ºT); Janderson. Técnico: Fábio Matias (interino)
Árbitro: Felipe da Silva Gonçalves Paludo
Assistentes: Thiago Rosa de Oliveira Esposito e Thiago Filemon Soares Pinto
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Cartões Amarelos: John Kennedy, Felipe Alves e Lelê (FLU)/ Gregore, Marçal, Damián Suárez, Gatito Fernández,Mateo Ponte, Emerson Urso e Lucas Halter (BOT)
Cartões Vermelhos: André (FLU)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br