Libertadores-2024

Maldição do Alianza Lima: veja o jejum que o Fluminense terá que quebrar pelo bi

Fluminense garantiu o título da Copa Libertadores em 2023 ao derrotar o Boca Juniors

Fluminense garantiu o título da Copa Libertadores em 2023 ao derrotar o Boca Juniors  -  (crédito:  - Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Fluminense garantiu o título da Copa Libertadores em 2023 ao derrotar o Boca Juniors - (crédito: - Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Jogada10
postado em 20/03/2024 13:36

Apesar de ter pela frente clubes tradicionais, o Fluminense saiu do sorteio da Libertadores com a sensação de que está em um grupo acessível para avançar novamente aos mata-mata. Por outro lado, o Alianza Lima, do Peru, que jamais chegou às semifinais do torneio, diferentemente de Universitário e Sporting Cristal , vice-campeões em 1972 e 1997, respectivamente, carrega consigo uma maldição.

Para conquistar o bi da competição, o Tricolor terá que quebrar escrita. Afinal, desde 1998, todos os clubes que caem no mesmo grupo do Alianza Lima não conseguiram ser campeões da Libertadores. Atlético-MG e Athletico-PR tiveram a equipe peruana em seu grupo, em 2023, e ficaram distantes da possibilidade de erguer a taça.

Longo jejum

Curiosamente, o último a ‘quebrar’ a maldição foi o Cruzeiro, em 1997, quando se sagrou bicampeão. Em 2002, a escrita ganhou destaque quando o São Caetano chegou à final da Libertadores, mas perdeu para o Olímpia nos pênaltis. Na fase de grupos, o Azulão mediu forças com o time peruano. O São Paulo, por sua vez, também encontrou o clube peruano em 2004 e foi eliminado na semifinal.

São Paulo (2007), Vasco (2012), Palmeiras (2018), Internacional (2019) e Fortaleza (2022) foram as outras vítimas entre os brasileiros. Como cabeça de chave, a estreia do Fluminense é justamente contra o Alianza Lima, no Peru. Em seguida, mede forças, como mandante, com o Colo-Colo, e encerra o turno diante do Cerro Porteño, no Paraguai.

A fase de grupos da Libertadores começa na semana do dia 3 de abril. Além disso, os duelos de oitavas de final serão disputados nos dias 14 e 21 de agosto; às quartas em 18 e 25 de setembro. Por fim, as semifinais acontecem em 23 e 30 de outubro; enquanto a grande final, realizada em jogo único, está marcada para o dia 30 de novembro, em Buenos Aires, na Argentina.

Lista da maldição do Alianza Lima

River Plate e Colón – Libertadores 1998
Nacional-URU e Athletico – Libertadores 2000
São Caetano e Cobreloa – Libertadores 2002
Cobreloa e Olimpia – Libertadores 2003
São Paulo e LDU – Libertadores 2004
Banfield e Tigres – Libertadores 2005
Necaxa e São Paulo – Libertadores 2007
Estudiantes – Libertadores 2010
Vasco e Libertad – Libertadores 2012
Palmeiras e Boca Juniors – Libertadores 2018
Internacional e River Plate – Libertadores 2019
Racing e Nacional – Libertadores 2020
River Plate e Fortaleza – Libertadores 2022
Atlético-MG e Athletico – Libertadores 2023

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br