Brasileirão-2024

António mostra otimismo por Brasileirão do Corinthians e elogia Abel Ferreira

António Oliveira tem otimismo com o Corinthians no Brasileiro

António Oliveira tem otimismo com o Corinthians no Brasileiro -  (crédito: Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)
António Oliveira tem otimismo com o Corinthians no Brasileiro - (crédito: Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)
Jogada10
postado em 20/03/2024 13:50

O técnico António Oliveira vem fazendo grande trabalho desde que chegou ao Corinthians. Com apenas uma derrota no comando do Timão, o desempenho do treinador vem sendo muito elogiado internamente. Mas, agora, o comandante sonha mais alto e vê com grande otimismo o que o Alvinegro pode fazer no Campeonato Brasileiro.

O treinador concedeu entrevista ao jornal “A Bola”, de Portugal, para comentar o início da passagem pelo clube. Contudo, ele também fez grandes elogios ao elenco corintiano e espera sucesso na equipe ainda nesta temporada.

“O elenco do Corinthians é de grande qualidade. Para representar esse grande clube, é só gente de grande capacidade técnica, tática, mas também profissional e humana, que felizmente tenho ao meu dispor. Queremos resgatar o melhor deles, porque eles não tinham desaprendido. Foi resgatar a confiança e voltar a vê-los jogar bem e a ter prazer por aquilo que fazem”, disse António, que prosseguiu:

“Enquanto treinador me satisfaz, porque é gente de grande caráter, grande profissionalismo, com vontade enorme de aprender, crescer e evoluir. Eles têm transportado isso durante a semana, mas depois também nos dias de jogos, e os resultados têm sido satisfatórios. Mas, isto não é como começa, é como termina, e queremos terminar bem”, completou.

António Oliveira elogia Abel Ferreira e outros técnicos portugueses

Além disso, o técnico do Timão tratou de falar sobre o sucesso dos treinadores portugueses, como Abel Ferreira, do Palmeiras, e Pedro Caixinha, do Red Bull Bragantino. Por fim, também relembrou o compatriota Jorge Jesus, que iniciou esta fama portuguesa no Brasil.

“É um orgulho poder enfrentar gente que representa da melhor forma nosso país e nossa classe, com profissionalismo, competência e com títulos. Aconteceu com o Jorge Jesus, com o Abel e até conosco, porque ter duas permanências na Série A e uma Sul-Americana no Cuiabá é também um título para nós”, comentou o técnico, que seguiu:

“Eu e Abel somos velhos na praça, digamos assim, e nos enfrentamos enquanto eu estava no Athletico, no Cuiabá e agora tivemos a chance de nos enfrentarmos no Corinthians. Vamos nos enfrentar mais vezes e é sinal de que o trabalho tem sido bem-feito, porque continuamos no mesmo país depois de quatro anos e somos reconhecidos profissionalmente e na forma humana”, finalizou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br