Payet

Presidente da França faz revelação a Payet, do Vasco

Payet, do Vasco, em ação pelo Marselha

Payet, do Vasco, em ação pelo Marselha -  (crédito: Foto: PASCAL GUYOT/AFP via Getty Images)
Payet, do Vasco, em ação pelo Marselha - (crédito: Foto: PASCAL GUYOT/AFP via Getty Images)
Jogada10
postado em 01/04/2024 13:51

Em vídeo publicado em suas redes sociais, no último domingo (30), o presidente da França, Emmanuel Macron, foi ‘flagrado’ fazendo um comentário especial a Dimitri Payet, do Vasco.

O mandatário publicou vídeo com o resumo de sua passagem de quatro dias pelo Brasil visando o COP30, Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, que acontecerá em Belém (PA), em 2025.

No vídeo, Macron surge conversando com o meia do Vasco, que o entrega uma camisa do time carioca. Eles estiveram juntos por dois dias (quinta e sexta) para eventos solenes, em São Paulo e Brasília, respectivamente. Na sequência, então, o Presidente fez uma revelação ao craque de 37 anos.

“Marselha sente sua falta, você sabe”, disse Macron a Payet.

Veja o vídeo abaixo

LEIA MAIS: Ramón Díaz avalia atuação do Vasco em jogo-treino e projeta estreia no Brasileirão

Também é possível flagrar Lula conversando com o meia ex-Olympique de Marselha. O presidente brasileiro revela que torce pelo Corinthians em São Paulo, mas que é torcedor do Vasco no Rio de Janeiro.

Ídolo em Marselha

Payet é ídolo no Olympique de Marselha, clube que defendeu por nove temporadas diferentes. Revelado pelo AS Excelsior, da Ilha de Reunião (onde Payet nasceu). Nantes, Saint-Étienne e Lille antes de chegar ao Marseille, em 2013/14.

Esta foi sua primeira passagem por lá, ficando por duas temporadas. À época, se estabeleceu como um dos melhores jogadores franceses do mundo, indo atuar na Premier League.

Destacou-se por dois anos no West Ham, e logo foi cobiçado por gigantes pelo mundo. O desejo do craque, porém, era retornar ao Marselha, onde ficou por mais seis anos e meio, transformando-se num dos maiores ídolos da história do clube.

Em junho de 2023, porém, não teve seu contrato renovado com o clube francês, que desejava que Payet encerrasse a carreira para poder trabalhar em algum cargo executivo. O jogador, no entanto, desejava seguir jogando futebol, aceitando proposta para defender o Vasco, em agosto do mesmo ano.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br