Paulistão-2024

Santos quebra marca de quase 50 anos com vitória diante do Palmeiras

Santos voltou a vencer os seus três principais rivais após 49 anos

Santos voltou a vencer os seus três principais rivais após 49 anos -  (crédito: Foto: Jhony Inácio e Rebeca Reis/Ag. Paulistão)
Santos voltou a vencer os seus três principais rivais após 49 anos - (crédito: Foto: Jhony Inácio e Rebeca Reis/Ag. Paulistão)
Jogada10
postado em 02/04/2024 10:33

O Santos não só abriu vantagem na final do Paulistão, ao bater o Palmeiras por 1 a 0, no último domingo (31), na Vila Belmiro. O Peixe também conseguiu quebrar uma marca de quase 50 anos. Afinal, o Alvinegro Praiano voltou a vencer seus três principais rivais em uma mesma edição de Estadual.

A última vez em que havia vencido todos os rivais em uma mesma edição aconteceu em 1975. Na ocasião, a competição contou com oito clássicos, sendo alguns em campo neutro. Nestes, o Santos venceu Palmeiras e Corinthians. Além disso, somou uma vitória fora de casa diante do São Paulo.

As vitórias sobre os rivais pouco adiantaram, porém, para o resultado final. Em quinto, o Peixe acabou atrás de São Paulo, que foi campeão, Portuguesa, Palmeiras e Corinthians.

Agora, a situação é um pouco diferente. O Peixe venceu Corinthians e São Paulo na fase de grupos, mas havia perdido para o Palmeiras na primeira fase. A vitória na primeira final do Paulistão fez com que o Santos quebrasse essa marca e se aproximasse do título estadual.

Santos precisa de um empate para ser campeão

Assim, o time de Fábio Carille precisa de apenas um empate para se sagrar campeão. Uma vitória do Palmeiras por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Já por dois gols, o título fica com o Verdão. A partida acontece no domingo (07), às 18h, no Allianz Parque. O Santos pode voltar a erguer uma taça após oito anos.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br