EDUCAÇÃO

UnB dobra número de vagas para iniciação científica em 2022

Atualmente, a universidade conta com mil bolsas, que são custeadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvido e Tecnológico (CNPq)

Correio Braziliense
postado em 24/12/2021 18:26
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

A Universidade de Brasília (UnB) foi contemplada com 850 bolsas de iniciação científica pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF) para 2022. O número é mais do que o dobro de 2021, quando a modalidade de desenvolvimento tecnológico e inovação ofertou apenas 352 bolsas.

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) recebeu 700 bolsas e o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti) recebeu 150. Atualmente, a universidade que é reconhecida como a 7ª melhor instituição do país, segundo ranking Times Higher Education (THE) Emerging Economies 2022, conta com mil bolsas, que são custeadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvido e Tecnológico (CNPq).

“Com as novas concessões da FAP, nós teremos um recorde de bolsas na história da UnB. Isso é fantástico para o desenvolvimento da iniciação científica, porque há muita demanda que a Universidade não conseguia atender”, afirma o diretor de Fomento à Iniciação Científica do Decanato de Pós-Graduação (DPG), Sérgio Granemann.

Pós-graduação

O Decanato de Pós-Graduação (DPG) abrirá editais internos entre as unidades acadêmicas para os estudantes de graduação. O valor será de R$ 400, com duração de 12 meses. Para o diretor da DPG, será uma grande oportunidade para os estudantes que não foram contemplados com ofertas de bolsas anteriores. “Vamos aproveitar para incluir mais e mais estudantes no programa de iniciação científica, promover o crescimento do programa e incentivar a cooperação com a rede de pesquisa formada pelas instituições de ensino superior do DF”, diz Granemann.

Iniciação científica

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) é um dos primeiros contatos do estudante universitário com a pesquisa científica em todas as áreas de conhecimento. O Pibic é uma modalidade de iniciação científica voltada para técnicas e métodos de pesquisa tecnológica. Nas duas modalidades, há um professor orientador.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação