Manifestação

Estudantes do IFB participam do ato contra cortes na educação

Movimento estudantil do instituto estará em frente ao Museu Nacional manifestando contra o corte no orçamento do MEC, nesta quinta-feira (9)

Eu Estudante
postado em 08/06/2022 19:41 / atualizado em 08/06/2022 19:41
"Esse corte é muito prejudicial, ele atrapalha o seguimento de aulas e recursos para bolsas de pesquisas", alerta Lucas Macedo Pessoa, presidente do DCE - (crédito: Divulgação/DCE IFB)

Os estudantes do Instituto Federal de Brasília (IFB) vão marcar presença no ato contra o corte no orçamento das universidades federais (9). No total, a redução orçamentária totaliza R$ 3,2 bilhões, o equivalente a 14,4% da verba prevista para o Ministério da Educação (MEC) em 2022.

A mobilização em prol da educação foi organizada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) do instituto, a divulgação ocorreu pelo boca a boca nas salas de aula e nas redes sociais.

Segundo o presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) do IFB, Lucas Macedo Pessoa, o valor do corte corresponde ao orçamento anual de um câmpus. “Esse corte é muito prejudicial, ele atrapalha o seguimento de aulas, recursos para bolsas de pesquisas e além disso pode existir uma demissão dos terceirizados nos preocupa, porque já aconteceu anteriormente”, desabafa.

O grupo que estará em frente ao Museu Nacional na manhã desta quinta-feira (9) estarão trajados de verde com a faixa #tiraamãodomeuif, simbolizando tanto a posição contrária aos cortes como representando a presença dos estudantes do IFB. “O perfil dos nossos alunos é bem diverso, temos pessoas com pretensão de entrar no mercado de trabalho ou ingressar no ensino superior, além de existir pessoas de diversas idades”, diz o presidente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação