COLUNA CNC

CNC ressalta importância da aprovação, na CCJ do Senado, do PL que legaliza jogos

       -  (crédito:    )
- (crédito: )

Este conteúdo é um Informe Publicitário

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) viu como positiva a aprovação do Projeto de Lei nº 2.234/2022, que legaliza os jogos no Brasil, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal, no dia 19 de junho. Este passo representa um importante marco para a regulamentação do setor, há muito defendida pela Confederação. A CNC acredita que a regulamentação abrirá caminho para um influxo significativo de investimentos no turismo, mercado imobiliário e na cultura e trará maior transparência e controle sobre a atividade.

"A legalização dos jogos permite vislumbrar muitos investimentos no País e milhares de empregos aos brasileiros. Estamos otimistas quanto ao avanço da matéria, pois trata-se de um setor pujante que gera tributos ao poder público, desenvolvimento e renda para o Brasil." José Roberto Tadros - Presidente do Sistema CNC-Sesc-Senac

Para Tadros, os cassinos representam um dos maiores potenciais da indústria do entretenimento, fomentam o turismo e impulsionam a economia.

O PL 2.234/2022 estabelece um conjunto de regras para a exploração de jogos e apostas no Brasil, atribuindo ao governo federal a responsabilidade pelos registros e licenciamentos das empresas interessadas em operar tanto em espaços físicos quanto em plataformas on-line. O projeto autoriza a instalação de um cassino em cada estado e no Distrito Federal, com exceção de São Paulo, que poderá ter até três cassinos, e de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amazonas e Pará, que poderão ter até dois cada um, em razão do tamanho da população ou do território. Será permitida ainda a exploração de jogos em embarcações, conforme limites específicos determinados.

Reserva do Sesc é referência em técnicas de prevenção de incêndios no Pantanal

A maior Reserva Particular do Patrimônio Natural do Brasil, a RPPN Sesc Pantanal, com 108 mil hectares e localizada em Barão de Melgaço (MT), atua há quase 30 anos na conservação do bioma e é referência na prevenção a incêndios florestais.

Com a seca extrema e a falta de cheias nos rios este ano, foi iniciado, no mês de junho, um trabalho de queima prescrita, que faz parte do Plano de Manejo Integrado do Fogo (PMIF) da unidade.

A técnica, comprovadamente eficaz em outros ecossistemas brasileiros, bem como em outros países, consiste em aplicar chamas de baixa intensidade em áreas controladas, com vegetação mais adaptada ao fogo. Essa queima auxilia na redução de materiais secos com potencial para propagar o fogo, evitando incêndios de grandes proporções.

Como ferramentas de prevenção, a RPPN também conta com a tecnologia de detecção de focos de incêndio, com câmeras de alta precisão, com o trabalho da Brigada de Incêndio por oito meses durante o ano e a implantação de novos pontos de água na área central da reserva.

Os poços artesianos foram construídos durante o projeto RPPN Sesc Pantanal – Recuperando e Protegendo, realizado em parceria com a Funatura, por meio do projeto GEF-Terrestre, do governo federal, com objetivo de facilitar o rápido reabastecimento de caminhões-pipa.

Queima prescrita faz parte do Plano de Manejo Integrado do Fogo
Queima prescrita faz parte do Plano de Manejo Integrado do Fogo (foto: Jeferson Prado/Sesc Pantanal)

Centro de Inovação Senac discute desafios da Educação com criatividade e tecnologia

A Cápsula - Centro de Inovação Senac-RJ realiza nesta quarta-feira, 26, a primeira edição do Circuito Gente, um ciclo de debates mensal coordenado pelo filósofo e educador Gabriel Chalita, reunindo especialistas e educadores para compartilhar experiências e práticas sobre a Educação no século XXI. O objetivo é debater iniciativas que visam transformar a formação dos estudantes, promovendo um desenvolvimento integral e inclusivo.

No primeiro encontro, o tema será “Voando Alto: o que nos prende? O que nos liberta?”. Chalita recebe a subsecretária de Inovação e Projetos Estratégicos da Secretaria de Educação do Rio de Janeiro, Ana Paula Massonetto, a gerente da Célula de Competências Socioemocionais da Prefeitura de Sobral (CE), Maiara Melo, e a orientadora da Escola Parque, Renata Salomone.

O evento gratuito discute como práticas pedagógicas inovadoras podem transformar a aprendizagem, integrando arte, criatividade, atitude empreendedora, inovação e tecnologia. Em cada tema, será explorada a importância do desenvolvimento de habilidades socioemocionais e do pensamento criativo, essenciais para preparar os alunos para um mundo em constante mudança.

O Circuito Gente é gratuito. A Cápsula – Centro de Inovação Senac-RJ fica na Av. Presidente Vargas, 62, em frente à Pira Olímpica, no Centro do Rio. As inscrições para a próxima edição devem ser feitas pelo link https://capsula.rj.senac.br/voandoalto-oquenosprende/

Prédio da Cápsula-Centro de Inovação Senac-RJ, no Centro do Rio
Prédio da Cápsula-Centro de Inovação Senac-RJ, no Centro do Rio (foto: Divulgação/Senac)

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

postado em 26/06/2024 11:06 / atualizado em 26/06/2024 11:45
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação