DISPUTA PELA CASA BRANCA

Emissoras dos EUA cortam transmissão de discurso de Trump por fake news

O candidato à reeleição alega, sem provas, que as eleições estão fraudadas

Correio Braziliense
postado em 05/11/2020 22:28 / atualizado em 05/11/2020 22:51
 (crédito: Mandel Ngan/AFP)
(crédito: Mandel Ngan/AFP)

As maiores redes de televisão dos Estados Unidos — CBS, ABC e NBC — cortaram a transmissão do discurso do presidente Donald Trump antes de acabar por conter informações falsas, na noite desta quinta-feira (5/11). O candidato à reeleição afirmou, mais uma vez, que há fraudes nas eleições, porém, não apresentou provas.

Poucos minutos depois de Trump começar a falar, Lester Holt, da NBC, interrompeu a transmissão e disse que o motivo seria as informações falsas.

"Estamos assistindo o presidente Trump falando ao vivo da Casa Branca e temos que interromper aqui porque o presidente fez uma série de declarações falsas, incluindo a noção de que houve votação fraudulenta. Não houve nenhuma evidência disso. Alegações de sua campanha, mas seus porta-vozes não foram capazes de fornecer qualquer evidência. Ele também sugeriu que as pesquisas e muitas das quais estavam incorretas eram, de alguma forma, produto de interferência eleitoral", afirmou.

No discurso, o presidente acusou o adversário, Joe Biden, de está "roubando" votos. "Nós estávamos ganhando em diversos estados com uma grande margem, mas os votos começaram magicamente a mudar", disse o republicano. 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação