Eleições

Bashar al-Assad e mais dois candidatos na eleição presidencial da Síria

A eleição presidencial será a segunda organizada desde o início, em 2011, de uma guerra devastadora na Síria, provocada pela repressão de manifestações que pediam reformas democráticas

Agência France-Prese
postado em 03/05/2021 12:05
 (crédito: LOUAI BESHARA)
(crédito: LOUAI BESHARA)

A Alta Corte Constitucional da Síria validou nesta segunda-feira (3/5) a candidatura para o quarto mandato do presidente Bashar al-Assad, que não deve encontrar problemas para vencer os dois rivais, um ex-ministro e um membro da oposição tolerada pelo governo.

Das 51 candidaturas à presidência apresentadas para as eleições de 26 de maio, apenas três foram confirmadas.

Assad, de 55 anos, chegou ao poder em 2000, após a morte de seu pai Hafez al-Assad, que comandou a Síria por três décadas.

A eleição presidencial será a segunda organizada desde o início, em 2011, de uma guerra devastadora na Síria, provocada pela repressão de manifestações que pediam reformas democráticas.

Auxiliado pelos aliados, Rússia e Irã, Assad conseguiu retomar dos rebeldes e extremistas dois terços do território sírio, em um conflito que deixou mais de 388.000 mortos e milhões de deslocados.

Além da candidatura de Assad, o tribunal sírio validou os registros de Abdallah Sallum Abdallah, ex-ministro de Estado e deputado, e de Mahmud Marei, membro da oposição tolerada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE