Crime

Prefeito é assassinado no México

Manuel Aguilar é o 13º prefeito morto na gestão do presidente Andrés Manuel López Obrador

Agência France-Presse
postado em 11/06/2021 14:38
 (crédito: Prefeito Manuel Aguilar García / Reprodução/ Facebook Zapotlán de Juárez)
(crédito: Prefeito Manuel Aguilar García / Reprodução/ Facebook Zapotlán de Juárez)

Um prefeito do estado de Hidalgo, no centro do México, foi morto por um comando armado na noite de quinta-feira, informou o Ministério Público estadual.


Manuel Aguilar, prefeito de Zapotlán de Juárez, foi morto perto de sua casa por um grupo de pessoas a bordo de um veículo, segundo informações da imprensa local.


O MP informou que foi aberta "uma investigação pelo crime de homicídio" de Aguilar, do partido Movimiento Ciudadano.


O coordenador nacional desse partido político, Clemente Castañeda, exigiu que as autoridades "investiguem este crime ultrajante".


O governador de Hidalgo, Omar Fayat, censurou "energicamente" o homicídio de Aguilar e disse que já tinha expedido instruções para a realização das investigações correspondentes.


Com o assassinato de Aguilar, já são 13 prefeitos mortos até agora na gestão do presidente Andrés Manuel López Obrador, segundo a consultoria privada Etellekt.


Nos últimos 21 anos, 90 prefeitos foram assassinados em 20 dos 32 estados mexicanos, segundo apuração da consultoria.


No domingo passado, o México realizou eleições legislativas e locais após uma campanha eleitoral igualmente ofuscada pela violência que deixou 100 políticos assassinados, 36 deles candidatos ou pré-candidatos a prefeitos, segundo dados da Etellekt.


Mais de 300 mil pessoas foram assassinadas no México desde que o governo lançou uma polêmica operação militar antidrogas em dezembro de 2006, segundo dados oficiais que não esclarecem quantas das vítimas respondem ao combate às máfias.


© Agence France-Presse

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE