Rússia

Moscou impõe passe sanitário anticovid-19 para ir a restaurantes

Cidade enfrenta um aumento considerável dos contágios em decorrência à variante Delta, que surgiu na Índia, e afeta quase 90% dos novos casos

Agência France-Presse
postado em 22/06/2021 12:23
 (crédito: Yuri KADOBNOV / AFP)
(crédito: Yuri KADOBNOV / AFP)

As autoridades de Moscou anunciaram, nesta terça-feira (22/6), a obrigatoriedade de se apresentar, a partir de 28 de junho, um passe sanitário para frequentar restaurantes.

A medida busca conter a propagação da covid-19, devido à variante Delta.

Os habitantes da capital russa terão de baixar um código QR do site da prefeitura, confirmando que foram vacinados, ou que contraíram a covid-19 nos últimos seis meses, ou que testaram negativo para um teste de PCR de menos de três dias, informou o prefeito Serguei Sobianin.

Moscou enfrenta um aumento considerável dos contágios. Segundo as autoridades, este surto se deve à variante Delta, que surgiu na Índia, e afeta quase 90% dos novos casos, como anunciou Sobianin há alguns dias.

O surto se viu favorecido por uma campanha de vacinação lenta, decorrente da desconfiança dos russos, pela ausência de restrições há meses e pelo descumprimento das normas de distanciamento social e do uso de máscara.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE