Tóquio

Primeira pessoa transgênero é nomeada para Comitê Olímpico Japonês

A nomeação de Sugiyama acontece menos de uma semana depois de a estrela do futebol japonês Kumi Yokoyama anunciar que é um homem trans

Agência France-Presse
postado em 25/06/2021 12:26
 (crédito: YOSHIKAZU TSUNO / AFP)
(crédito: YOSHIKAZU TSUNO / AFP)

Um ex-esgrimista se tornou nesta sexta-feira (25/6) o primeiro transgênero nomeado para o conselho de administração do Comitê Olímpico Japonês, a poucas semanas do início dos Jogos de Tóquio (23 de julho - 8 de agosto).

"Há uma mudança enorme, se você comparar a situação com 10 anos atrás", declarou à AFP Fumino Sugiyama, a primeira pessoa abertamente transgênero a integrar a direção do organismo.

Sugiyama, que tem 36 anos, integrou a equipe feminina de esgrima do Japão até sua aposentadoria com 25 anos e se apresenta abertamente como transgênero.

"A maior mudança é o reconhecimento", afirma Sugiyama. "Muitas pessoas nunca haviam ouvido a sigla LGBTQIA+ há alguns anos, mas hoje é usada com normalidade", completa.

A nomeação de Sugiyama acontece menos de uma semana depois de a estrela do futebol japonês Kumi Yokoyama anunciar que é um homem trans.

Os anúncios acontecem após a crise provocada pelas palavras machistas de Yoshiro Mori, agora ex-presidente do comitê dos Jogos Olímpicos Tóquio-2020. Antes de renunciar ao cargo em 12 de fevereiro, ele afirmou que as mulheres falam muito nas reuniões.

Sua demissão permitiu avanços na promoção da igualdade de gênero dentro das entidades olímpicas do Japão. Yoshiro Mori, por exemplo, foi substituído pela medalhista olímpica da patinação de velocidade Seiko Hashimoto.

A imprensa japonesa informou que o comitê olímpico nacional nomeou 30 novos integrantes, o que elevou o percentual de mulheres na entidade de 25% para 40%

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE