Atentado

Polícia norueguesa mata russo que tentou esfaquear várias pessoas

Antes do desfecho, a patrulha tentou deter o agressor, mas não houve sucesso. Um policial ficou ferido

Agência France-Presse
postado em 09/11/2021 18:49
Autoridades locais confirmaram que se trata de um homem russo, com aproximadamente 30 anos de idade -  (crédito: Stian Lysberg Solum / NTB / AFP)
Autoridades locais confirmaram que se trata de um homem russo, com aproximadamente 30 anos de idade - (crédito: Stian Lysberg Solum / NTB / AFP)

Oslo, Noruega — A polícia norueguesa informou nesta terça-feira (9) que matou um homem armado com uma faca em Oslo que tentou esfaquear várias pessoas antes de atacar uma patrulha que veio prendê-lo.

Um policial ficou ferido quando tentava prendê-lo em uma rua do bairro de Bislett, na capital norueguesa, confirmou a polícia, que disse não acreditar que tenha sido uma tentativa de atentado.

"Não descartamos qualquer motivação, mas, neste momento, não há informações que indiquem um ataque terrorista", declarou o inspetor Egil Jørgen Brekke, em entrevista coletiva.

Os investigadores confirmaram o que foi relatado mais cedo pelo jornal norueguês Verdens Gang, de que se trata de um cidadão russo na casa dos 30 anos condenado em dezembro de 2020 a tratamento psiquiátrico após um ataque com faca um ano antes, também em Oslo.

Vídeos de testemunhas postados nas redes sociais mostram o suspeito sem camisa e armado com um facão. Ele é atingido pelo menos duas vezes por um carro da polícia.

Depois de ser lançado contra uma parede, o homem corre em direção ao veículo policial, consegue abrir a porta e entra.

"A polícia tentou atropelá-lo, enquanto ele tentava esfaquear alguém. Ele então começou a atacar ativamente a polícia com uma faca (...) e houve tiros", relatou o chefe da operação, Tore Solberg, em um coletiva de imprensa improvisada, transmitida pela televisão pública NRK.

Levado para o hospital, o agressor não resistiu aos ferimentos.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE