Guerra na Ucrânia

Casal posa para fotos em meio a ruínas de Kharkiv: "Queríamos um pouco de luz"

Os dois, que começaram a namorar em 28 de março de 2020, receberam a ajuda da população da cidade para realizarem o sonho do casamento

Rodrigo Craveiro
postado em 11/04/2022 06:00
Anton e Anastasia posam para fotos em meio a ruínas, em Kharkiv:
Anton e Anastasia posam para fotos em meio a ruínas, em Kharkiv: "Queríamos um pouco de luz" - (crédito: Sergey Bobok/AFP)

Moradores de Kharkiv (leste da Ucrânia), o cirurgião-dentista Anton Sokolov, 38 anos, e Anastasia Grachova, 33, enfermeira de pacientes com câncer, planejavam se casar antes de a guerra começar. "A situação na Ucrânia e o próprio conflito mudaram nossos planos. Começamos a trabalhar como voluntários e, um dia, estávamos cansados da guerra, das cenas horríveis vistas em nosso país. Decidimos, de alguma forma, 'consertar' a situação em nossos corações, pelos nossos amigos e nossos familiares. Então, resolvemos nos casar", contou Anton ao Correio, por telefone. "Queríamos ter um pouco de luz no meio da escuridão."

A cerimônia foi realizada na estação de metrô Universidade. Os dois, que começaram a namorar em 28 de março de 2020, receberam a ajuda da população de Kharkiv para realizarem o sonho da união. "Não conseguimos juntar dinheiro, pois tivemos que coletar recursos para o centro de voluntariado", explicou. 

Segundo Anton, a intenção foi mostrar ao mundo a possibilidade de encontrar beleza, enquanto tudo ao redor é destruição. "Não sabemos o que ocorrerá no dia de amanhã. Então, vimos que éramos capazes de achar alguma luz em nós mesmos", disse. Questionado sobre o futuro do casal e dos prováveis filhos no pós-guerra, Anton não esconde o otimismo. "Minha família será a mais feliz, a mais resistente de todas. Nosso casamento será mais poderoso, pois teremos atravessado toda essa história juntos. Então, acho que nossa união será sólida e teremos uma vida linda", acrescentou, sem antes sorrir. 

Anton e Anastasia posam para fotos em prédio bombardeado de Kharkiv: "Queríamos um pouco de luz"
Anton e Anastasia posam para fotos em prédio bombardeado de Kharkiv: "Queríamos um pouco de luz" (foto: Sergey Bobok/AFP)

Ele garante que a guerra os tornou mais fortes. "Agora, sabemos o que queremos para o nosso país e para o nosso futuro. Nós sabemos pelo que lutamos", comentou Anton. O cirurgião-dentista explicou que a sessão de fotos do casamento foi feita no centro de Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, em um prédio destruído pelos bombardeios. "Nós pretendíamos inspirar as pessoas a ajudarem a Ucrânia. A guerra é uma realidade distante de vocês, brasileiros, que a veem pela tevê. A guerra é horrível." 

Ontem, uma coluna de 12km de tanques da Rússia se aproximava de Kharkiv. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que o país está "pronto para batalhas importantes". O papa Francisco pediu uma trégua. "Deponham as armas! Que comece uma trégua pascal, mas não para recarregar as armas e voltar a combater. Não! Uma trégua para chegar à paz", disse. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE