Emergência em saúde

Dengue: Peru deve decretar emergência após explosão de casos

Situação será decretada em 20 das 24 regiões administrativas do país, de acordo com o ministro da Saúde peruano, Cesar Vasquez

Mais de 80% do Peru enfrenta problemas com a dengue. Em 2024, 28 pessoas morreram pela enfermidade no país -  (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
Mais de 80% do Peru enfrenta problemas com a dengue. Em 2024, 28 pessoas morreram pela enfermidade no país - (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
postado em 26/02/2024 19:56

Nesta segunda-feira (26/2), o ministro da Saúde do Peru, Cesar Vasquez, afirmou que o país vai declarar estado de emergência em saúde em parte do território, devido ao aumento dos casos de dengue.

Vasquez disse que a situação de emergência deverá ser decretada em 20 das 24 regiões administrativas do país, ação que permitirá uso mais flexível do orçamento da União para combater a doença.

Mais de 80% do Peru enfrenta problemas com a dengue. Em 2024, 28 pessoas morreram pela enfermidade no país, de acordo com números oficiais. O território passa por onda de calor e chuvas fortes, que são condições favoráveis para a reprodução do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue.

Há um risco iminente de surto da doença, acrescentou o ministro da Saúde. O número de casos nas sete primeiras semanas de 2024 é de quase 25 mil — 95% a mais do que o número de casos no mesmo período do ano passado. Em 2023, 400 pessoas morreram de dengue no país.

Além do Brasil e do Peru, outro país da América do Sul que enfrenta aumento da doença é a Argentina. Foram diagnosticados mais de 48 mil casos de dengue no território argentino entre julho de 2023 e o início de fevereiro deste ano, segundo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde do país, publicado em 18 de fevereiro.

Na sexta-feira (16/2), a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) emitiu um alerta epidemiológico devido ao aumento geral da dengue nas Américas.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação