INUSITADO

Ferrari rara roubada de ex-piloto de Fórmula 1 é reencontrada após 28 anos

Veículo pertencia ao ex-piloto austríaco Gerhard Berger — e foi roubado em abril de 1995 durante o Grande Prêmio de San Marino, em Imola, na Itália

A Ferrari F512M, avaliada em cerca de £ 350 mil, foi enviada para o Japão depois de ter sido roubada em 1995 -  (crédito: Polícia Metropolitana de Londres)
A Ferrari F512M, avaliada em cerca de £ 350 mil, foi enviada para o Japão depois de ter sido roubada em 1995 - (crédito: Polícia Metropolitana de Londres)
BBC
Samantha Jagger e PA Media - BBC News
postado em 04/03/2024 14:48 / atualizado em 04/03/2024 16:41

Uma Ferrari rara roubada há 28 anos de um ex-piloto de Fórmula 1 foi recuperada pela Polícia Metropolitana de Londres.

A Ferrari F512M vermelha, avaliada em cerca de £ 350 mil (aproximadamente R$ 2,2 milhões), pertencia ao ex-piloto austríaco Gerhard Berger — e foi roubada em abril de 1995 durante o Grande Prêmio de San Marino, em Ímola, na Itália.

Duas Ferraris foram roubadas na ocasião — a outra, que também pertencia a um piloto de Fórmula 1, continua desaparecida.

De acordo com a polícia, o carro esportivo de luxo foi enviado para o Japão depois de ter sido roubado.

As autoridades contaram que trabalharam em parceria com a Ferrari e concessionárias de automóveis internacionais em uma investigação "meticulosa".

Nenhuma prisão, no entanto, foi efetuada até agora.

Em janeiro deste ano, a Polícia Metropolitana de Londres recebeu um alerta da Ferrari — a fabricante italiana de automóveis havia realizado inspeções em um veículo que havia sido adquirido por um comprador nos EUA, por meio de um intermediário no Reino Unido, e constatou que se tratava do modelo roubado.

"A Ferrari roubada — avaliada em quase £ 350 mil — estava desaparecida há mais de 28 anos até conseguirmos localizá-la em apenas quatro dias", afirmou o policial Mike Pilbeam.

A unidade da polícia especializada em roubo de veículos e a Agência Nacional de Combate ao Crime descobriram que o carro estava no Japão até ser levado para o Reino Unido no fim de 2023.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br