Live

Bolsonaro lamenta morte de Arolde de Oliveira: "Tendência de todo mundo é chegar lá"

O parlamentar morreu de complicações da covid-19 nesta quarta-feira, mas o presidente não mencionou a doença

Thays Martins
postado em 22/10/2020 19:40 / atualizado em 22/10/2020 19:41
 (crédito: Facebook/ reprodução)
(crédito: Facebook/ reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro lamentou, durante live realizada na noite desta quinta-feira (22/10), a morte do senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ). Sem citar a covid-19, causa da morte do parlamentar, o chefe do Executivo lembrou a idade de Arolde. "Ele tava, se não me engano, com 83 anos de idade, e a tendência de todo mundo é chegar lá. Reze muito, cuide do seu corpo, que você vai chegar lá um dia. Por enquanto, não existe fonte da juventude. Então, meus sentimentos, que Deus conforte a família", afirmou, depois de lembrar que os dois trabalharam juntos quando deputados, e que o presidente o apoiou na campanha para o Senado. 

Arolde de Oliveira morreu nesta quarta-feira (22/10) em decorrência de complicações da covid-19. O parlamentar, de 83 anos, estava internado por causa do vírus no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio de Janeiro, desde 11 de setembro. 

O senador era apoiador de Bolsonaro e, assim como o presidente, defensor da hidroxicloroquina e contrário ao isolamento social. 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação