Belo Horizonte

Bolsonaro volta a atacar Kalil e diz que prefeito faz 'barbaridades'

Presidente critica ações de fechamento do comércio e imposição de isolamento físico em Belo Horizonte para conter avanço da covid-19

Agência Estado
postado em 13/01/2021 13:12
 (crédito: Túlio Santos/EM/D.A Press )
(crédito: Túlio Santos/EM/D.A Press )
O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a criticar o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), e disse que ele está fazendo "barbaridades" na condução da capital mineira na pandemia da covid-19. "Eu pedi votos para o candidato a prefeito de 'beagá'. Perdi. É natural. O cara lá agora tá fazendo barbaridades, fechando tudo, e já tinha fechado tudo anteriormente", disse o presidente a apoiadores no Palácio da Alvorada na manhã desta quarta-feira (13/1).
O deputado estadual Bruno Engler (PRTB), apoiado pelo presidente, recebeu 9,95% dos votos durante a eleição municipal do último ano e ficou em segundo lugar na disputa.
Kalil foi reeleito no primeiro turno com 63,36% dos votos.
Nesta semana, em uma nova tentativa de conter o avanço do novo coronavírus na cidade, a prefeitura da capital mineira publicou novo decreto que determina o fechamento de todo o comércio não essencial de Belo Horizonte.

CONTINUE LENDO SOBRE