REUNIÃO NO ALVORADA

Lira diz a Bolsonaro que Câmara deve confirmar prisão de deputado

Mesa Diretora da Câmara anunciou na quarta-feira (17/2) que determinou a imediata reativação do Conselho de Ética e que representou contra Silveira junto ao colegiado

Ingrid Soares
postado em 18/02/2021 12:11 / atualizado em 18/02/2021 12:12
 (crédito: Reprodução/Facebook)
(crédito: Reprodução/Facebook)

O presidente Jair Bolsonaro recebeu na manhã desta quinta-feira (18/2) no Palácio da Alvorada o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). A conversa não estava prevista na agenda oficial do mandatário e, em meio aos assuntos tratados, Lira avisou ao chefe do Executivo que a Casa deverá confirmar a prisão do parlamentar, seu fiel defensor. A informação é da Coluna da Mônica Bergamo.

Na quarta-feira (17), a Mesa Diretora da Câmara anunciou que determinou a imediata reativação do Conselho de Ética e representou contra Silveira junto ao colegiado. O parlamentar foi preso na terça-feira (16) pela Polícia Federal, por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), após publicar um vídeo com ofensas e ameaças contra os magistrados da Corte. Caso o Conselho de Ética conclua que houve quebra do decoro parlamentar, Silveira poderá enfrentar um processo de cassação de seu mandato.

Na saída do Palácio da Alvorada, o presidente parou para cumprimentar apoiadores, mas foi sucinto e não comentou sobre o encontro com Lira

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE