Lula

Com suspeição de Moro na pauta do STF, Lula adia pronunciamento

Petista preferiu esperar até quarta-feira (10/3) para comentar a decisão do ministro Edson Fachin, que o tornou novamente elegível. STF julga suspeição de Moro na tarde desta terça-feira (9)

Israel Medeiros
postado em 09/03/2021 12:46 / atualizado em 09/03/2021 13:03
 (crédito: Miguel Schincariol/AFP)
(crédito: Miguel Schincariol/AFP)

O pronunciamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que seria realizado na tarde desta terça-feira (9/3), foi adiado para quarta-feira (10), às 11h. O motivo foi a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, de pautar a ação que julga a suspeição do ex-juiz Sergio Moro na condução do caso do triplex do Guarujá.

Na segunda-feira (8), Lula se tornou novamente elegível após o também ministro do STF, Edson Fachin, anular as condenações provenientes da Operação Lava-Jato. Ele, que é responsável pelas ações envolvendo a operação no Supremo, declarou que estudou o caso no período de recesso do Judiciário.

Segundo a assessoria de Lula, a entrevista coletiva para comentar a decisão de Fachin estava marcada para às 14h desta terça-feira e ocorreria no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Porém, com a entrada da ação contra Moro na pauta do dia no Supremo, o petista preferiu esperar. O julgamento começa no mesmo horário em que era prevista a coletiva do ex-presidente.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE