ELEIÇÕES

Bolsonaro faz comício a militares e pede consciência para 2022

Presidente disse que basta uma reflexão sobre os governos do país nos últimos 20 anos para que os militares saibam em quem votar

Augusto Fernandes
postado em 27/05/2021 16:32
 (crédito: Alan Santos/PR)
(crédito: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou a agenda desta quinta-feira (27/5) na Guarnição Militar de São Gabriel da Cachoeira (AM) para fazer um discurso eleitoral a integrantes das Forças Armadas.

Na sua fala, o chefe do Executivo disse aos militares que é preciso consciência na hora das eleições presidenciais do ano que vem. "Na política, estamos polarizados. Cada um pode fazer o seu juízo de quem é o melhor ou quem é o menos ruim. Mas eu duvido que, no fundo, quem porventura fizer uma análise do que aconteceu no Brasil nos últimos 20 anos, eu duvido que essa pessoa erre o ano que vem", destacou Bolsonaro.

Os comentários do presidente foram divulgados nas páginas dele nas redes sociais. Bolsonaro buscou agradar os representantes das Forças, dizendo que "temos um governo que acredita em Deus, deve lealdade ao seu povo e respeita os seus militares".

"Vocês militares são respeitados e têm importância enorme no destino do Brasil. Acredito em vocês, acredito em Deus e no futuro da nossa Pátria. Muito obrigado a vocês por existirem. Contem com o governo que quer o melhor para o seu país", destacou Bolsonaro.

Eduardo Pazuello

Dentre os militares que acompanhavam Bolsonaro, estavam o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e o comandante do Exército, general Paulo Sérgio de Oliveira. Eles se reuniram para decidir qual deve ser a punição ao ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pela participação do general em ato político pró-Bolsonaro no último domingo (23).

O Estatuto Militar e o Código Disciplinar do Exército proíbem que integrantes da Força participem de manifestações políticas.

Na sua fala aos militares, Bolsonaro até declarou que "ninguém está aqui para fazer discurso político", mas na sequência destacou que "nós somos seres políticos". "Se temos essa oportunidade e Deus deu essa missão para nós, vamos aproveitá-la, no bom sentido", comentou o mandatário.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE