JUSTIÇA

Cármen Lúcia vota pela manutenção de Copa América e faz alerta sobre "responsabilidade"

Em outra ação no Supremo, Ricardo Lewandowski, determinou estratégias e ações sanitárias para realização dos jogos

Ronayre Nunes
postado em 10/06/2021 01:23
 (crédito: Dorivan Marinho/SCO/STF)
(crédito: Dorivan Marinho/SCO/STF)

A realização da Copa América no Brasil chegou, na noite desta quarta-feira (9/6), ao Supremo Tribunal Federal (STF). Até o momento, a corte se mantém favorável a realização do campeonato, porém com ressalvas.

Relatando um pedido do PSB contra a Copa América, Cármen Lúcia, votou pela manutenção dos jogos e ainda apontou que os governadores e “autoridades legais” teriam a responsabilidade pela realização dos jogos, e não o governo federal. A competição será disputada em Cuiabá (MT), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO) e Distrito Federal (DF).

Em outra ação, também no STF, Ricardo Lewandowski relatou uma ação do PT e do PSB. O ministro votou pela manutenção dos jogos, porém determinou que o governo federal apresente um plano de estratégias e ações para que os jogos sejam realizados de forma segura. O documento deve ser apresentado em 24 horas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE