PANDEMIA

"Foro íntimo de cada um", diz Mourão sobre desobrigação do uso de máscara

Vice-presidente afirmou ainda que "cada um sabe onde lhe apertam os calos". Questionado se abriria mão do equipamento, general disse que em lugares abertos deixaria de utilizar, mas que, em lugares fechados, continuaria fazendo uso da máscara

Ingrid Soares
postado em 11/06/2021 12:36 / atualizado em 11/06/2021 13:19
 (crédito: Bruno Batista /VPR)
(crédito: Bruno Batista /VPR)

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) comentou nesta sexta-feira (11/6) sobre a intenção do presidente Jair Bolsonaro de flexibilizar o uso de máscaras para vacinados ou pessoas já contaminadas pela covid-19. O general ressaltou que a questão é de "foro íntimo de cada um".

"Acho que é uma questão de foro íntimo de cada um. Conheço gente que já teve (a doença) duas vezes. Cada um sabe onde lhe apertam os calos", disse a jornalistas na chegada ao Palácio do Planalto.

Questionado se abriria mão do equipamento, Mourão disse que em lugares abertos deixaria de utilizar, mas que, em lugares fechados, continuaria usando. "Em alguns tiraria, em outros, nem tanto. Lugar aberto, acho que se você for fazer uma corrida de máscara, sozinha, é até prejudicial. Em lugar fechado, com outras pessoas, principalmente pessoas que não conheço, usaria”, concluiu.

Ainda hoje, Bolsonaro voltou a insistir na flexibilização do uso de máscaras para alguns grupos. Porém, afirmou que a decisão final será do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O mandatário ainda citou decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e reclamou que a decisão final sobre o uso de máscaras é de estados, municípios e do Distrito Federal, e não do governo.

Com vacinação lenta e um cenário de pandemia considerado de “alto risco” por pesquisadores, o Brasil não está apto para flexibilizar o uso de máscaras, segundo especialistas. Além disso, pessoas vacinadas podem transmitir a doença.

O presidente também ironizou a declaração do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que prometeu a aplicação de multa a Bolsonaro caso ele não utilize máscara em viagem ao estado. O mandatário comentava sobre um passeio de moto que realizará na capital previsto para este sábado (12), e reagiu a um comentário de um apoiador sobre a medida chamando o tucano de "doninho de São Paulo".

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE