INVESTIGAÇÃO

STF decide enviar celular de Salles para ser desbloqueado nos EUA

Por determinação judicial, ex-ministro entregou o aparelho para investigação, mas com o acesso aos arquivos bloqueado

Renato Souza
postado em 23/06/2021 18:21 / atualizado em 23/06/2021 18:21
 (crédito: Sergio Lima/AFP - 22/4/21)
(crédito: Sergio Lima/AFP - 22/4/21)

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu enviar aos Estados Unidos o celular do ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles. A determinação ocorre para que o aparelho seja desbloqueado, e as informações sejam acessadas pelos governadores.

Salles é investigado na Corte pela suspeita de que tenha colaborado com madeireiros e atuado para atrapalhar as investigações da Polícia Federal sobre o envio ilegal de madeiras ao exterior. Com o aparelho bloqueado, não é possível obter mensagens e demais arquivos que podem ser utilizados na investigação. De acordo com fontes ouvidas pelo Correio junto a investigação, uma equipe do FBI vai realizar o desbloqueio, em uma colaboração com as autoridades brasileiras.

O ex-ministro foi exonerado do governo na tarde desta quarta-feira (23/6), e teria ocorrido a pedido do próprio. O avanço das investigações no Supremo preocupam o governo. A tendência é de que as diligências contra Salles sejam enviadas para instâncias inferiores, após a saída do cargo. A Corte recebeu na semana passada novas provas que apontariam crimes de Salles e eventual envolvimento de outros integrantes do governo nas irregularidades.

A presença de Ricardo Salles na pasta do Meio Ambiente também gera crises internacionais. Apesar de ser aliado do presidente, durante sua gestão, o país viu o crescimento explosivo de queimadas na Amazônia, no Cerrado e desmonte das entidades de fiscalização e proteção ambiental. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE