INVESTIGAÇÃO

Pazuello depõe à PF em inquérito que investiga prevaricação de Bolsonaro

Ex-ministro teria sido informado pelo presidente de esquema de corrupção na compra de vacinas, mas não era a autoridade competente para investigar caso

Renato Souza
postado em 29/07/2021 10:35
 (crédito: Carolina Antunes/PR)
(crédito: Carolina Antunes/PR)

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello presta depoimento à Polícia Federal nesta quinta-feira (29/7), na sede da corporação, em Brasília. Ele será ouvido no âmbito do inquérito que investiga se o presidente Jair Bolsonaro cometeu crime de prevaricação ao saber de um esquema de corrupção no Ministério da Saúde e não levar o caso até as autoridades competentes.

Bolsonaro foi informado pelo deputado Luis Miranda e pelo irmão dele, Luis Ricardo Miranda, chefe de importação do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, da suposta fraude na compra de imunizantes. Luis Ricardo disse estar sendo pressionado para autorizar a importação da compra da vacina indiana Covaxin.

O presidente diz ter informado Pazuello sobre o caso. No entanto, o ex-ministro não é autoridade competente para investigar o caso, mas, sim, suspeito de ter algum envolvimento. O general chegou no prédio da corporação às 9h45 desta quinta-feira, no Setor de Autarquias Sul, e entrou pela garagem do edifício.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE