'CONTRADIÇÕES'

CPI aprova acareação entre Onyx Lorenzoni e Luis Miranda

O pedido para acareação foi feito pelo vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). De acordo com ele, existem "contradições" envolvendo ambas versões

Ana Mendonça* - Estado de Minas
postado em 11/08/2021 18:11
 (crédito: Alan Santos/PR - 3/4/20)
(crédito: Alan Santos/PR - 3/4/20)

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid aprovou, nesta quarta-feira (11/8), a realização da acareação entre o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) e o ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni.

Anteriormente, o deputado e o irmão, Luis Ricardo, denunciaram à CPI supostas fraudes na documentação e nas negociações de vacinas contra a Covid-19, que foram intermediadas pela empresa Precisa Medicamentos.

No mesmo dia, Onyx convocou uma entrevista coletiva desmentindo Luis Miranda.

O pedido para acareação foi feito pelo vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). De acordo com ele, existem “contradições” envolvendo ambas versões.

“Desta forma, é necessário que a CPI proceda à acareação entre ambos a fim de chegar à verdade dos fatos e encaminhe a responsabilização dos agentes culpados pelas mais de 565 mil mortes pela pandemia da Covid-19 no país”, escreveu o senador.

O anúncio da acareação foi feito pelo presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE