Pandemia

Senado aprova criação da Frente Parlamentar Observatório da CPI da Pandemia

Projeto de resolução de autoria dos senadores Randolfe e Aziz, que foram vice e presidente da CPI, vai funcionar acompanhar desdobramentos do relatório final da comissão

Raphael Felice
postado em 28/10/2021 19:29
 (crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado)
(crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado)

Na noite desta quinta-feira (28/10), o Senado Federal aprovou a criação da Frente Parlamentar Observatório da Pandemia. De autoria dos senadores Omar Aziz (PSD/AM) e Randolfe Rodrigues (REDE/AP), o projeto de resolução foi apreciado como extra-pauta apresentada pelo senador do Amapá, e vai funcionar como um observatório para acompanhar os desdobramentos do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, além de acompanhar e monitorar políticas públicas sobre a pandemia no Brasil.

Em defesa do projeto, a senadora Zenaide Maia (PROS/RN), afirmou que a criação da Frente Parlamentar da CPI da covid-19 é importante para que o colegiado que compôs a CPI da pandemia permaneça vigilante com relação aos desdobramentos e conclusões dos processos.

Lembrando que a pandemia da covid atingiu mais de 21 milhões de pessoas e mais de 600 mil óbitos. No entanto os efeitos da pandemia, considerada a pior crise sanitária e social da história do brasil, foi agravada, de acordo com conclusão de trabalhos investigativos realizados pela cpi da pandemia em razão da inoperância do governo federal que demorou para adquirir imunizantes, além de respaldar e disseminar medicamentos comprovadamente ineficazes contra a doença, fora as omissões e ilicitudes que foram realizadas ao longo deste processo, portanto a criação da Frente Parlamentar Observatório da CPI da Pandemia merece todo o nosso apoio para monitorar os desdobramentos das investigações e assegurar a responsabilização de todos os envolvidos”, afirmou a senadora Zenaide Maia (PROS/RN).

O Observatório da Pandemia funcionará como uma Frente Parlamentar, como tantas outras que existem no Senado Federal e na Câmara dos Deputados. O esclarecimento foi feito pelo senador Randolfe Rodrigues, ao tirar dúvidas levantadas ao longo da semana por colegas senadores. “Não acarretará custo nenhum para o Congresso e o Senado. É uma frente parlamentar como tantas outras existentes aqui nessa casa. Servirá para acompanharmos os desdobramentos da CPI da Pandemia, e monitorar as políticas públicas sobre a pandemia no Brasil”, disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE