ELEIÇÕES

"Quem começou essa obra foi o presidente Lula", diz petista sobre transposição do São Francisco

"Eu só espero que o Bolsonaro, que está fazendo viagem para inaugurar o pedacinho que ele concluiu, tenha a coragem de dizer: 'Eu estou inaugurando aqui, mas quem começou essa obra foi o presidente Lula'", afirmou nesta quarta-feira (9/2) nas redes sociais

João Vitor Tavarez*
postado em 09/02/2022 15:55 / atualizado em 09/02/2022 15:55
 (crédito: Estadão Conteúdo)
(crédito: Estadão Conteúdo)

Após o presidente Jair Bolsonaro (PL) declarar que a falta de água não é mais um problema para o Nordeste, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) rebateu.

“A transposição do Rio São Francisco está sendo concluída. Eu só espero que o Bolsonaro, que está fazendo viagem para inaugurar o pedacinho que ele concluiu, tenha a coragem de dizer: 'Eu estou inaugurando aqui, mas quem começou essa obra foi o presidente Lula'”, declarou o petista nesta quarta-feira (9/2), pelo Twitter.

Desde terça-feira (8), Bolsonaro está em viagem pelos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte para entregar obras de transposição das águas do Rio São Francisco. O chefe do Executivo retorna a Brasília ainda hoje, por volta das 18h, saindo de Jardim de Piranhas (RN).

Lula aproveitou para criticar a presença do presidente na região. “Bolsonaro agora está visitando o Nordeste, mas passou quatro anos brigando com os governadores e ofendendo os nordestinos. Quando fui presidente, respeitei cada governador e prefeito porque eles também foram eleitos. É esse o comportamento civilizado”, apontou.

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela Quaest/Genial mostra que Lula lidera as intenções de votos na disputa ao Palácio do Planalto. O petista registrou entre 45% e 47% das preferências do eleitorado. Em seguida, aparece Bolsonaro entre 23% e 26%. Sergio Moro (Podemos) e Ciro Gomes (PDT) aparecem empatados, com 7% das intenções de votos.

Dois mil eleitores, maiores de 16 anos, foram entrevistados presencialmente entre os dias 3 e 6 de fevereiro, em todo o Brasil. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

*Estagiário sob a supervisão de Andreia Castro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE