Eleições

Boulos desiste de disputa pelo governo de São Paulo para concorrer à Câmara

Anúncio foi feito nesta segunda (21/3). Com a decisão, PSol deve apoiar candidatura de Fernando Haddad (PT) ou Márcio França (PSB) a governador do estado

Victor Correia
postado em 21/03/2022 13:00 / atualizado em 21/03/2022 13:00
 (crédito: AFP / NELSON ALMEIDA)
(crédito: AFP / NELSON ALMEIDA)

O coordenador do MTST, Guilherme Boulos (PSol), anunciou nesta segunda (21/3) sua desistência de concorrer ao governo de São Paulo e disse que busca, agora, uma vaga na Câmara dos Deputados. 

"Depois de muito diálogo com companheiros de partido e analisar o cenário, decidi ser candidato a Deputado Federal. Defendo a unidade da esquerda para derrotar os tucanos e o bolsonarismo no estado de SP", disse Boulos em suas redes sociais.

Segundo ele, além de apoiar a eleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência, é preciso construir uma grande bancada de esquerda no Congresso para combater o Centrão e defender os interesses populares.

Com a desistência de seu candidato ao governo de São Paulo, o PSol discute se apoiará Fernando Haddad (PT), que lidera as intenções de voto com 24% — segundo pesquisa da Quaest divulgada na última quinta (17) — ou Márcio França (PSB), que tem 18% na mesma pesquisa.

"No nosso estado, temos outro desafio: derrotar Eduardo Bolsonaro. Não podemos deixar que seja de novo o deputado mais votado. SP precisa dar outra mensagem: derrotar Bolsonaro na presidência e seu filho na Câmara dos Deputados", afirmou ainda Boulos, em referência ao filho do presidente Jair Bolsonaro (PL). O deputado federal assinou no último sábado (19) sua filiação ao PL.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE