Conectividade

Bolsonaro sobre internet: "Vamos entregar todo o Brasil conectado até dezembro"

Presidente Bolsonaro disse ainda que, com o celular e a internet, os povos conseguem mostrar a "realidade" e aproveitou para atacar a imprensa

Ingrid Soares
postado em 12/04/2022 18:43 / atualizado em 12/04/2022 18:43
 (crédito: Reprodução/Youtube)
(crédito: Reprodução/Youtube)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira (12/4) que, ao final do ano, entregará todo o Brasil conectado à internet. A declaração ocorreu no Palácio do Planalto durante o anúncio de instalações de 12 mil novos pontos de Wi-Fi Brasil em escolas públicas.

Bolsonaro lembrou uma viagem a São Gabriel da Cachoeira (AM), onde, segundo ele, povos indígenas pediram por sinal de internet nas aldeias. “Me encontrei ali com Ianomâmis e Tucanos e, nesses dois momentos, perguntei para eles: 'O que vocês gostariam de ter do governo federal?' Sabe o que eles falaram para mim?: 'Queremos ter internet'. O Fábio (Faria, das Comunicações) estava do lado. E hoje em dia, temos aproximadamente 500 pontos de internet em aldeias indígenas”, apontou.

O presidente ainda completou que, com o celular e a internet, os povos conseguem mostrar a “realidade” e aproveitou para atacar a imprensa.

“Ou seja, hoje, a gente, com cuidado, já consegue ver vídeos de indígenas pelo Brasil todo mostrando a realidade e não fake news, e não mentira, como grande parte da mídia tradicional e de fora do Brasil também faz. Ou seja, a gente vai libertando as pessoas pela integração, pela informação. Isso não tem preço”, alegou.

Bolsonaro também falou sobre a importância das medidas e elogiou o trabalho do ministro das Comunicações, Fábio Faria. “Você integra essa garotada com uma sociedade, como um todo. Pesquisas são feitas com poucos cliques, coisa que demoraria horas por vez, em uma biblioteca, se é que tem biblioteca ali naquela região. Então, o trabalho do Fábio Faria, em especial na questão do 5G, no corrente ano ainda, praticamente todas as capitais deverão ter 5G. Paralelamente, as rodovias federais 4G vão acabar tendo sinais de internet pelo Brasil”, completou.

O chefe do Executivo também acenou que a ação da pasta “tem mostrado para o Brasil e para o mundo o nosso interesse de integrar todo o Brasil através de uma comunicação rápida e justa, por que não dizer assim, afinal de contas, que a desinformação deixa de se fazer presente dessa forma. A informação viva é o que interessa para todos nós. Levar a verdade acima de tudo para todo o Brasil. Quero cumprimentar Fábio e a equipe de servidores que trabalham nessa questão. Vamos entregar, sim, todo o Brasil conectado até dezembro deste ano”.

O ministro das Comunicações adiantou que a implantação começa ainda neste mês de abril. Por ano, serão investidos R$ 85 milhões nesta ação.

“Estamos conectando 3 mil escolas por mês”, adiantou Fábio Faria. “Do montante de escolas que não tinham internet — temos hoje sem internet ainda 14,5 mil —, a gente está assinando contrato com a Telebras e com a RNP para conectar 12 mil escolas nos próximos quatro meses”, ressaltou.

Restarão 2,5 mil escolas, de acordo com Fábio, para o segundo semestre. “A promessa do presidente será cumprida: ele recebeu o governo com mais de 25 mil escolas sem internet e vai entregar 100% das escolas conectadas”, acrescentou.

“A gente vai zerar 100% todas as escolas das regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste. E do Nordeste, vamos zerar Alagoas, Piauí e Rio Grande do Norte. Vamos ficar com 2,5 mil escolas que vamos conectar e tem 5 mil que não têm energia elétrica. Vamos chegar lá também”, concluiu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE