ELEIÇÕES

Moro sobre eleições: "Posso não concorrer a nada. Não vivo da política"

Sem apoio, ex-juiz Sergio Moro sinaliza que pode não concorrer a nada nas eleições de outubro. "Não vivo da política. Eu voltei para ajudar na construção de algo que possa vencer esses extremos políticos", disse

Isabel Dourado*
postado em 20/04/2022 12:44 / atualizado em 20/04/2022 12:44
 (crédito: Evaristo Sa/AFP      )
(crédito: Evaristo Sa/AFP )

O ex-juiz da Lava-Jato, Sergio Moro afirmou em entrevista à CNN Brasil, nesta quarta-feira (20/4), que "pode não concorrer a nada" nas eleições de 2022.

Moro decidiu trocar o Podemos pelo União Brasil às vésperas do fim do período da janela partidária. Ele se filiou ao partido em novembro e estava buscando construir a sua candidatura à Presidência. No entanto, decidiu desistir da candidatura no dia 31 de março.

"Então, não está descartada nenhuma situação. Eu posso inclusive não concorrer a nada. Não vivo da política. Eu voltei para ajudar na construção de algo que possa vencer esses extremos políticos”, acrescentou o ex-juiz, atualmente filiado à União Brasil.

Sergio Moro explicou que a retirada de seu nome da pré-candidatura à Presidência da República, causada após saída do Podemos para o União Brasil, e a definição de Luciano Bivar como nome do partido para disputar vaga ao Planalto ocorreu após uma avaliação de que, "somente com capital político", a eleição não estaria resolvida.

*Estagiária soba  supervisão de Andreia Castro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE