Eleições 2022

Weintraub diz que pai não é maconheiro, como bolsonaristas acusam

Ex-ministro da Educação Abraham Weintraub realizou uma live neste domingo para dizer que vem do Palácio do Planalto uma onda de difamação contra a sua família

Michelle Portela
postado em 24/04/2022 21:36 / atualizado em 24/04/2022 21:51
 (crédito: Reprodução/YouTube)
(crédito: Reprodução/YouTube)

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub realizou uma live, às 21h deste domingo (24), para dizer que vem do Palácio do Planalto uma onda de difamação contra a família dele. "Chamaram meu pai de maconheiro e minha mãe de prostituta", disse um dos principais aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL) nos primeiros anos do governo. 

Mauro Weintraub é psiquiatra e pesquisador dos efeitos da Cannabis e tem livros publicados sobre o tema. "Meu pai é um estudioso do tema e sempre defendeu que era preciso tratar a depressão", disse o ex-ministro, ressaltando que não se trata de um consumidor de maconha. 

Os irmãos Weintraub também defenderam a reputação da mãe deles e do sobrenome da família, que sofreu desgaste com o apoio ao governo Bolsonaro. "Foi um favor a saída dos Weintraub do governo", diz.

A live é mais um episódio dos conflitos entre as famílias Bolsonaro e irmãos Weintraub ao longo do feriado de Carnaval. Tudo começou quando o próprio Arthur criticou, num space do Twitter, o indulto concedido pelo presidente a Daniel Silveira (PTB). A reação foi imediata e Eduardo Bolsonaro foi às redes sociais xingar os dois de “filhos da puta”. 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE