ELEIÇÕES 2022

Moraes diz que Justiça Eleitoral "não vai se intimidar" diante de ataques

Ministro ainda afirmou que Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está preparado para enfrentar provocações ao longo da campanha deste ano

Luana Patriolino
postado em 07/05/2022 23:25
"Não vamos nos intimidar, vamos trabalhar com independência, autonomia e rigor", disse Moraes - (crédito: Abdias Pinheiro/SECOM/TSE)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes afirmou que a Justiça Eleitoral não vai se intimidar com os ataques durante o período de campanha. O magistrado, que também é vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ainda afirmou que as instituições estão preparadas para enfrentar os que tentam descredibilizar as urnas eletrônicas.

“Não vamos nos intimidar, vamos trabalhar com independência, autonomia e rigor”, disse Moraes, nesta sexta-feira (6/5), no 48° Encontro do Colégio de Corregedores Eleitorais, que ocorreu no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE).

O atual presidente do TSE é o ministro Edson Fachin. O magistrado ficará até agosto no comando da Corte e passará o bastão a Moraes, que deverá comandar a Justiça Eleitoral durante o período das eleições.

Alexandre de Moraes ainda comentou sobre as decisões jurídicas recentes que possibilitam a punição dos abusos cometidos em grandes plataformas de mídias sociais. Em março, o magistrado ordenou o bloqueio do Telegram no Brasil por não atender ordens para bloqueio de perfis apontados como disseminadores de informações falsas, entre eles o do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos.

No evento, o corregedor-geral eleitoral (TSE), ministro Mauro Campbell, destacou os programas de combate à desinformação implementados pela Corte e as parcerias firmadas com as empresas de mídias sociais. “Nós todos queremos paz e segurança para as eleições”, concluiu Campbell.






Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE