Nota de falecimento

Ex-diretor-geral da Câmara, Adelmar Sabino morre aos 82 anos

Sabino serviu ao Legislativo por 40 anos e prestou apoio administrativo para a Constituição de 1988, quando atuou como diretor-geral da Câmara dos Deputados, cargo que ocupou até 2001

Correio Braziliense
postado em 13/05/2022 16:45 / atualizado em 13/05/2022 16:57
 (crédito: Arquivo/Câmara dos Deputados)
(crédito: Arquivo/Câmara dos Deputados)

A Associação dos Servidores da Câmara dos Deputados (Ascade) comunicou o falecimento do servidor e associado Adelmar Silveira Sabino, em Florianópolis, sua cidade natal, nesta sexta-feira (13/5). Nascido em 1940, Sabino começou a trabalhar na Câmara dos Deputados como escriturário da Diretoria de Pessoal, em 1961, e aposentou-se como diretor-geral em 2001.

Adelmar serviu à Casa Legislativa por 40 anos e ocupou ainda outros cargos, como chefe de gabinete do Quarto-Secretário, diretor do Departamento de Comissões e diretor Administrativo, além de diretor-Geral a partir de 1983. No período de 1987-88, ocupava o cargo de diretor-geral, sendo responsável por todo o apoio administrativo aos trabalhos da Constituição Federal de 1988.

Em nota à imprensa, a Ascade prestou homenagem e desejou condolências a amigos e familiares de Sabino. “É com muito pesar que a Associação dos Servidores da Câmara dos Deputados (Ascade) comunica o falecimento do servidor, associado e amigo Adelmar Silveira Sabino", comunicou.

"Nossa homenagem ao colega que, por muitos anos, prestou seus serviços à Câmara dos Deputados, enaltecendo e dando reconhecimento aos servidores e à importância do serviço público com muito afinco e dedicação. Nossas sinceras condolências à família e amigos”, complementou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE