Eleições

Ministros do STF "infernizam o Brasil", afirma Bolsonaro

Em tom de campanha, Bolsonaro mantém a estratégia de embate com o STF para mobilizar os eleitores fiéis

Tainá Andrade
postado em 20/05/2022 17:15 / atualizado em 20/05/2022 17:15
 (crédito: Isac Nobrega/PR)
(crédito: Isac Nobrega/PR)

Em nova investida contra o Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta sexta-feira (20/5), que os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes "infernizam o Brasil". 

"Temos três ministros que infernizam, não é o presidente, mas o Brasil: Fachin, Barroso e Alexandre de Moraes. Esse último é o mais ativo", disparou em entrevista concedida ao Correio da Manhã

Na última terça-feira (17), Bolsonaro apresentou uma notícia-crime na corte contra Alexandre de Moraes. O ministro é responsável pelas investigações de inquéritos diretamente ligados ao presidente, como suspeita de espalhar fake news e atacar as instituições.

A ação foi arquivada por Dias Toffoli que indicou que os fatos descritos não possuem indícios de delitos cometidos por Moraes. No mesmo dia, Bolsonaro tentou mais uma investida contra o ministro, dessa vez por meio da Procuradoria Geral da República (PGR).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE