Eleições

João Doria desiste de concorrer à Presidência: "alma leve"

Ex-governador de São Paulo vinha sofrendo pressões internas dentro do partido para que saísse da disputa

Correio Braziliense
postado em 23/05/2022 12:31 / atualizado em 23/05/2022 13:47
 (crédito: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
(crédito: Ana Rayssa/CB/D.A Press)

O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) anunciou, nesta segunda-feira (23/5), que desistiu da pré-candidatura à Presidência da República. O anúncio foi feito em pronunciamento na Zona Sul de São Paulo. Doria enfrentava grande resistência do partido para que ele concorresse ao Planalto. "Me retiro da disputa com a alma leve", afirmou. 

Ao lado do presidente do partido, Bruno Araújo, e muito emocionado, Doria não disse qual será o seu destino na política e nem no PSDB. Mas afirmou que acredita nas decisões do partido. "O PSDB saberá tomar a melhor decisão", disse. 

A legenda deverá se reunir nesta terça-feira (24) para definir como se posicionará nas eleições presidenciais. Doria ganhou as eleições internas do partido para ser o candidato no fim do ano passado em disputa com o ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

Porém, a Comissão Executiva da legenda já tinha decidido apoiar, ao lado do Cidadania, a candidata do MDB, senadora Simone Tebet (MS), em uma chapa única

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE