Eleições 2022

Moro diz que será candidato no Paraná, mas mantém indefinição sobre cargo

Em coletiva nesta terça-feira (14/6), o ex-juiz afirmou que futuro político será decidido "pela população paranaense". Ele anunciou uma série de viagens pelas cidades do seu estado para "se reconectar aos anseios" do eleitorado

Victor Correia
postado em 14/06/2022 12:09 / atualizado em 14/06/2022 12:09
 (crédito: Reprodução/Instagram)
(crédito: Reprodução/Instagram)

O ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) afirmou nesta terça-feira (14/6) que seu futuro político no Paraná será decidido “pela população paranaense”, e pelo seu partido, o União Brasil. Ele anunciou ainda que iniciará viagens pelas cidades do estado para “reconectar-me de uma maneira mais profunda com os anseios da população paranaense”.

“No fundo, o meu objetivo primário agora é circular o Paraná, me reconectar com o povo paraense, e essa decisão [sobre o cargo] vai ser tomada adiante juntamente com o União Brasil, tanto com o nacional como com o União Brasil do Paraná. Acima de tudo, quem vai decidir isso é a população paranaense”, disse Moro em coletiva nesta manhã.

Estavam presentes ainda no evento os deputados federais Felipe Francischini (União-PR) e Bozella (União-SP), além da senadora Soraya Thronicke (União-MS) e o presidente nacional do partido e pré-candidato ao Planalto, o deputado federal Luciano Bivar (União-PE).

TRE-SP

No dia 7 de julho, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) rejeitou o pedido de transferência de domicílio eleitoral de Sergio Moro de Curitiba, Paraná, para a capital paulista. Segundo Moro, o pedido de transferência ocorreu a pedido do União Brasil, por um “projeto nacional de resistência”.

“Quis o destino que o TRE decidisse de maneira diferente, e eu voltei aqui ao Paraná. Discordo da decisão, mas eu respeito as instituições. Não sou aquela pessoa que ataca as instituições”, disse Moro, defendendo ainda que “tem os seus vínculos” em São Paulo. Sua esposa, Rosângela Moro, manteve o domicílio eleitoral da capital paulista e concorrerá à Câmara dos Deputados pelo estado.

“Contem comigo sempre para ser lutador. Não vou desistir, e nada vai me deter nessa busca de transformar o Brasil e fazer história novamente a partir daqui do Paraná”, afirmou o ex-juiz.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE