INVESTIGAÇÃO

Valdemar Costa Neto deixa sede da PF após prisão

No começo da noite, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu a liberdade provisória Valdemar Costa Neto

Valdemar Costa Neto deixou a sede da PF na noite deste sábado
 -  (crédito: Ed Alves/CB/DA.Press)
Valdemar Costa Neto deixou a sede da PF na noite deste sábado - (crédito: Ed Alves/CB/DA.Press)
postado em 10/02/2024 22:11 / atualizado em 10/02/2024 22:35

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, deixou a sede da Polícia Federal (PL), no Setor Policial, em Brasília, na noite deste sábado (10/2). Pouco antes, Valdemar havia sido flagrado transitando entre os blocos da PF. O registro foi feito pelo repórter fotográfico Ed Alves.

  • Político foi preso em flagrante na semana passada em posse de arma sem registro e pepita de ouro de origem ainda desconhecida
    Político foi preso em flagrante na semana passada em posse de arma sem registro e pepita de ouro de origem ainda desconhecida Ed Alves/CB/DA.Press
  •  10/02/2024 Credito: Ed Alves/CB/DA.Press. Presidete do PL-Valdemar Costa Netos  sendo liberado na Policia Federal
    10/02/2024 Credito: Ed Alves/CB/DA.Press. Presidete do PL-Valdemar Costa Netos sendo liberado na Policia Federal Ed Alves/CB/D.A Press

No começo da noite, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu a liberdade provisória Valdemar Costa Neto. Ele tinha sido preso em flagrante pela posse de um revólver com o registro vencido.

O despacho de Moraes para conceder a liberdade provisório ao presidente do PL levou em consideração a idade de Valdemar, 74 anos, e o fato do crime não ter sido cometido com violência. O magistrado citou ainda condenações anteriores de Valdemar pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, com trânsito em julgado certificado em novembro de 2013 pela Corte.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação