turista

Comece a ser turista na sua própria região

Uai Turismo
postado em 01/03/2024 09:15

A definição técnica de turismo pela Organização Mundial do Turismo (OMT) considera como prática turística atividades que são realizadas em ambientes diferentes do entorno habitual do turista. Tecnicamente, para que o turismo aconteça, é preciso também que aconteça deslocamento. Mas conceitos técnicos são para profissionais e estudantes da área, afinal, é perfeitamente possível que você seja turista na sua própria região. Na verdade, é recomendado que os moradores de uma localidade sejam os primeiros a aproveitar o que ela tem a oferecer. Um destino turístico precisa ser, antes de tudo, um local ideal para sua população.

O problema dos conceitos técnicos, é que eles acabam sendo sempre muito levados ao pé da letra. Por isso, para grande maioria das pessoas, praticar turismo está inteiramente ligado à necessidade de viajar para um local distante para então poder vivenciar novas experiências. E por mais que a viagem seja o ponto central do turismo, não quer dizer que seja o único. Aprender a ser turista na sua localidade ou região, além de te proporcionar vivências diversificadas, vai transformar a sua forma de viajar. 

LEIA TAMBÉM: Muito além de Guarapari: conheça outras praias capixabas

O primeiro passo para começar a ser turista na sua própria região, é mudar a forma com que você olha para ela. Será que realmente não tem nada para fazer ou você que não sabe? Será que realmente é tudo muito comum ou você que não olha atentamente? Será que não tem nada de interessante ou você que só dá valor quando está em outro lugar? Quando se está viajando, é normal olhar para o entorno com um olhar diferente, encantado, admirando cada coisa que é vista pelo caminho. Tente trazer esse olhar para o seu cotidiano, como se tivesse vendo aquela paisagem que você vê todos os dias pela primeira vez, mas com um toque especial de quem está procurando o encanto que o turista enxerga.

É importante frizar que não será toda cidade que irá se transformar para o morador apenas com um olhar mais encatado. Nem todo município deve se tornar um destino turístico, pois para isso é necessário que exista oferta, infraestrutura e planejamento. Mas, com a correria da vida cotidiana, atrativos turísticos de cidades próximas e até vizinhas acabam passando despercebidos. Por vezes, um município da sua região pode ter um atrativo muito similar àquele que você viajou por tantos km para visitar e você nunca se tocou. E, é claro, aprender a aproveitar o que está perto de você, não deve te impedir de conhecer o que está distante, muito pelo contrário, é apenas uma forma de ampliar o seu repertório enquanto viajante. 

Aprender a ser turista na sua própria região não vai te desmotivar a viajar, mas sim te ensinar a aproveitar também o que existe perto de você. É aprender a valorizar o que está próximo, descobrir que é possível viver experiências diversificadas tanto longe quanto perto de casa. É achar maneiras divertidas de acabar com o tédio de domingo, com aquele final de semana que seria apenas jogado no sofá, com aquela dúvida do que fazer quando receber visita em casa. 

LEIA TAMBÉM: Domingo em Belo Horizonte: Aproveite o Centro

Passar a conhecer mais a sua região, acima de tudo, pode te ajudar a criar um sentimento muito maior de pertencimento. É muito mais fácil se sentir em casa quando você conhece por onde anda. Além disso, pode ser uma ótima fonte de autoconhecimento, servindo de teste para descobrir quais atividades mais te atraem e quais não estarão na sua lista em uma próxima viagem. Faça de tudo: visite restaurantes diferentes, conheça aquela cachoeira que já ouviu falar, passe naquele museu que sempre te deu curiosidade, vá naquele parque que você sempre adia a ida

Começar a frequentar atrativos turísticos na sua região trará mais visibilidade para a localidade e, consequentemente, atrair mais turistas e auxiliar no desenvolvimento do turismo no local. Além disso, também te ajuda a não acabar com a esperança de algum turista que chega a região querendo vivenciar experiências diferentes e acaba frustrado quando pergunta para um morador o que tem para fazer por perto e recebe respostas como “por aqui não tem nada”, “não conheço nada por aqui”, “mas o que você veio caçar aqui?”. 

Olhar diferente para a localidade que passamos uma vida inteira vendo de uma determinada maneira pode ser complicado, mas é uma tarefa que vale o esforço. Aprender a olhar a vida com olhos de turista acaba deixando tudo muito mais bonito e interessante. O turismo é para ser vivenciado, seja a muitos ou poucos km de casa.

LEIA TAMBÉM: Muito além do Vale do Aço: Descubra o Ipatinga Rural

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br