Internet se mobiliza em defesa de Ludmilla, vítima de racismo

A hashtag "#ProcessaLudmilla" é uma das mais usadas no Brasil e faz referência ao caso de racismo que envolveu a cantora com jornalista de Brasília

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/01/2017 09:42 / atualizado em 18/01/2017 10:05

A cantora Ludmilla declarou que vai denunciar o jornalista "Marcão do Povo", âncora do jornal Balanço Geral, do Distrito Federal, por racismo depois que ele se referiu a ela como "macaca", durante apresentação ao vivo do programa da Rede Record.
 
Marcão comentava, durante o quadro "A hora da venenosa", uma notícia envolvendo a funkeira, sobre ela não gostar de cumprimentar fãs. Ao criticar Ludmilla por essa postura, o apresentador afirmou: "Ela era pobre e macaca. Pobre, pobre mesmo".

O assunto repercutiu na internet, e os usuários se posicionaram em favor da funkeira, fazendo com que o assunto se tornasse um dos mais comentados das redes sociais. No Twitter, muitas foram as manifestações de apoio à cantora e de repúdio à atitude do jornalista, levando a hashtag #ProcessaLudmilla ao quarto assunto mais comentado no Brasil.

Veja alguns dos comentários abaixo:
 
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Marcia
Marcia - 18 de Janeiro às 12:05
Esse cara sempre se achou, fala mal de tudo e todos para aparecer e NÃO SEI O QUE ELE ESTÁ FAZENDO AINDA COMO APRESENTADOR.... Não sei de quem ele gosta!!! fala mal sem mesmo conhecer o trabalho das pessoas também.. (exemplo: Polícia Civil do DF). Por que motivo tiraram o Henrique Chaves, e outros tão mais respeitosos?
 
Adeilsa
Adeilsa - 18 de Janeiro às 11:13
Esse jornalista Marcão deveria ser expulso do programa sem direito a nada.
 
andrea
andrea - 18 de Janeiro às 11:00
Escrevi para o site do R7 pedindo uma matéria sobre racismo com o próprio Marcão e um pedido de desculpas público. Seria bom se todos fizessem
 
deusdede
deusdede - 18 de Janeiro às 10:26
Assisto a record na programação do Marcelo por ser um excelente profissional, coisa que esse debiloide deveria ser espelhar, não gritando da maneira estérica que ele se apresenta. Se a Record tem ética, deveria colocar num gancho e/ou excluí-lo dos seus quadros. Dou um conselho, quer aparecer: "Coloque uma melancia na cabeça, vai até a torre de televisão jogar pedras em avião". É um brincalhão