Publicidade

Estado de Minas

Socialite Day McCarthy protagoniza nova polêmica ao queimar a Bíblia

Em vídeo, socialite diz que responde quem fala que ela não é filha de Deus, e xinga religiosos


postado em 28/12/2017 08:30 / atualizado em 28/12/2017 09:08

Day McCarthy, autodeclarada socialite, a mulher que xingou Titi se chama Dayane Alcântara Couto de Andrade e nasceu no Espírito Santo. (foto: Reprodução)
Day McCarthy, autodeclarada socialite, a mulher que xingou Titi se chama Dayane Alcântara Couto de Andrade e nasceu no Espírito Santo. (foto: Reprodução)
 
Pouco mais de um mês após as ofensas racistas contra Titi, filha dos atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, a socialite Day McCarthy voltou a ser assunto nas redes sociais. A polêmica dessa vez envolve religião. No vídeo que circula nas redes sociais, a mulher queima a Bíblia.

"Um salmo para os crentes que falaram que eu não sou filha de Deus, que eu sou uma pessoa do demônio. Vou ler um salmo para vocês", diz ela no início do vídeo. Em seguida, após ler trecho do Salmo 91, ela rasga e queima o livro."Crente merda, crente lixo, queima no inferno suas pestes, capeta", encerra.
 
 
 

Ofensas contra Titi

Day McCarthy é conhecida na internet por ofender famosos, mas ficou conhecida em todo o país após, no fim de novembro, chamar Titi de "macaca, com cabelo de pico de palha e nariz  de preto horrível". Na ocasião, Bruno Gagliaso registrou Boletim de Ocorrência denunciando a socialite, que mora no Canadá.
 
McCarthy deve responder à Justiça por três crimes: injúria racial, difamação e injúria. A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu um inquérito para investigar o caso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade