Publicidade

Estado de Minas

Motorista embriagado é preso pela PMDF após fugir de blitz em Àguas Claras

O condutor não obedeceu à determinação de parar dada por agentes do Detran. Ele foi encaminhado para a 21ª DP


postado em 08/01/2018 09:48 / atualizado em 08/01/2018 20:29

(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)


Um motorista embriagado, de 32 anos, foi preso após fugir de uma blitz na noite de domingo (7/1). O caso aconteceu na Rua Copaíba, próximo ao Walmart de Águas Claras. Por volta das 23h50, o condutor do veículo, uma BMW X1, não obedeceu os pedidos da equipe do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) de parar o carro e avançou contra os agentes. 


O rapaz, mesmo com os pneus furados por ter ultrapassado a cama de pregos colocada pelo Detran, continuou em alta velocidade. Equipes da Polícia Militar, que auxiliavam a blitz, por conta da Operação Hércules, seguiram o motorista alcoolizado até a residência. 

De acordo com informações da corporação, o rapaz chegou a resistir à prisão e lutou com um dos militares. Na ocasião, o homem feriu e quebrou os óculos do PM. O condutor foi encaminhado à 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul). 

Ainda na delegacia, o homem se recusou a fazer o teste de bafômetro, mas uma avaliação feita pelo Instituto de Medicina Legal (IML) constatou a embriaguez. O motorista foi autuado por embriaguez ao volante, direção perigosa, desacato, resistência e desobediência. O motorista ficará à disposição da Justiça, onde a soma das penas não dão direito ao pagamento de fiança. O veículo está no depósito do Detran. 


Perseguição na EPTG


Em maio do ano passado, um motorista alcoolizado também tentou fugir de uma blitz montada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), na EPTG. Após ser flagrado pela Lei Seca, ele foi perseguido e parado dois quilômetros depois da blitz. 

Segundo Silvain Fonseca, diretor-geral do Detran, fugas como essa são comuns. Além desse caso, outro condutor foi flagrado pelos agentes embriagado e tentou fugir na mesma noite. "Geralmente a pessoa está de forma irregular e, quando se recusa a parar, a PM é acionada. Trabalhamos em conjunto com a corporação na Lei Seca e pela segurança pública há dois anos", explica Silvain. 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade